Você está aqui: Página Inicial > Desenvolvimento Institucional > Governança > Política de Gestão de Riscos

Política de Gestão de Riscos

por Comunicação Social da Reitoria publicado 18/07/2019 17h29, última modificação 30/09/2019 13h50

 A Política de Gestão de Riscos visa prevenir e gerir eventos que podem comprometer o alcance da missão e dos objetivos institucionais. Os objetivos da gestão de riscos são assegurar o acesso tempestivo a informações suficientes relacionadas aos riscos aos quais a instituição está exposta, aumentar a probabilidade de alcance dos objetivos da organização e agregar valor por meio da melhoria dos processos de tomada de decisão e do tratamento adequado dos riscos e impactos negativos.

 O Instituto Federal Fluminense estabeleceu sua Política de Gestão de Riscos, com base na Instrução Normativa Conjunta MP/CGU nº 01/2016, no Decreto Nº 9.203, de 22 de novembro de 2017, na Norma ABNT NBR ISSO 31000:2009 (que estabelece princípios e diretrizes para a gestão de riscos), e nas necessidades institucionais.

 Acesse AQUI a Política de Gestão de Riscos do IFF, aprovada pela Resolução Nº 42, de 21 de dezembro 2018 do Conselho Superior.

Implementação da Gestão de Riscos

 Com o objetivo de apoiar o Comitê Interno de Governança no monitoramento e supervisão da Política de Gestão de Riscos e Controles Internos, bem como assessorar as decisões do Comitê, foi instituído, por meio da Portaria N.º 576, de 16 de abril de 2019, o Núcleo de Gestão de Riscos (NUGER).

Mapeamento de Riscos do IFFluminense

 Após a identificação e priorização dos processos do IFFluminense realizadas pelo Escritório de Processos e Projetos Estratégicos (EPPE), o Núcleo de Gestão de Riscos (NUGER) em trabalho conjunto com os responsáveis pelas atividades vinculadas, realiza o mapeamento dos riscos dos processos categorizados como críticos.

 A metodologia de mapeamento de riscos definida na Política de Gestão de Riscos compreende o estabelecimento do contexto, identificação de eventos, avaliação de riscos, resposta a riscos, comunicação e consulta e, por último, o monitoramento.

 Assim, após a elaboração da planilha com a definição dos responsáveis e dos prazos para a implementação das ações propostas em reunião, é feito o acompanhamento dessas para os controles internos aos riscos de modo a garantir que as respostas adotadas resultem na manutenção dos riscos em níveis adequados, de acordo com a Política de Gestão de Riscos. 

 Para acessar o mapeamento de riscos do IFFluminense clique no link abaixo:

(Em construção.)