Você está aqui: Página Inicial > Extensão > Programas > Núcleos de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neabi)

Apresentação

por Comunicação Social da Reitoria publicado 11/12/2015 17h10, última modificação 30/03/2016 14h19
Saiba mais sobre os Núcleos de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas.

 Os Núcleos de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas – NEABIs - nas Instituições de Ensino Superior, representam um importante órgão da educação para as relações étnico-raciais, sendo “essa participação e controle social não somente desejáveis, mas fundamentais”, como aponta o Plano Nacional de Implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação das relações étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana.

 Particularmente para a Educação Profissional e Tecnológica, o referido Plano Nacional institui, dentre suas ações, a garantia da existência de “Núcleos destinados ao acompanhamento, estudo e desenvolvimento da Educação das Relações Étnico-raciais e Políticas de Ação Afirmativa”, o incentivo ao “estabelecimento de programas de pós-graduação e de formação continuada em Educação das Relações Étnico-raciais para seus servidores e educadores da região de sua abrangência” e contribuição para a pesquisa e publicação de “materiais de referência para professores e materiais didáticos para seus alunos na temática da Educação das Relações Étnicoraciais”.

 É importante ainda destacar que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional torna obrigatório o estudo da História e Cultura Afro-brasileira e Indígena nos estabelecimentos de ensino fundamental e de ensino médio.

 

Objetivos:

  • Constituir-se referência em atividades relacionadas ao campo de estudos afro-brasileiros e indígenas;
  • Produzir conhecimento sobre História e Cultura Afro-brasileira e Indígena;
  • difundir conhecimento sobre História e Cultura Afro-brasileira e Indígena;
  • promover intercâmbio de informações intercampi e com a comunidade externa;
  • apoiar a educação no âmbito do ensino fundamental e médio, contribuindo para a construção de conteúdo programático contextualizado.