CAMPUS BOM JESUS DO ITABAPOANA

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Bom Jesus do Itabapoana > Extensão > A percepção do adolescente acerca da educação em saúde pelo lúdico e pela arte

A percepção do adolescente acerca da educação em saúde pelo lúdico e pela arte

por Comunicação Social do Campus Bom Jesus do Itabapoana publicado 05/02/2019 07h45, última modificação 05/02/2019 12h11
A percepção do adolescente acerca da educação em saúde pelo lúdico e pela arte: um estudo fenomenológico

Coordenador: Ligia Cordeiro Matos Faial

Resumo: O adolescente, marcado pela metamorfose evolutiva e estimulado pela curiosidade, assume comportamentos e atitudes de riscos à saúde. A educação em saúde difunde informações e estimula a criticidade reflexiva a uma postura saudável. A arte e o lúdico facilitam práticas para quem não abandonou a infância e é insuficientemente maduro e equilibrado.

Objetivos: Compreender a percepção do aluno acerca da educação em saúde pelo lúdico e a arte. Construir estratégias de intervenção à saúde do adolescente através do lúdico e da arte, através da experiência de escuta do aluno adolescente.

Material: papelão, lápis, régua, cola, papel decorado, papel A4, caneta esferográfica, palito de picolé, laptop, televisão.

Método: estudo descritivo, abordagem qualitativa, à luz do referencial teórico-metodológico de Maurice Merleau-ponty. Serão confeccionadas urnas artísticas, cujo design exibirá o seguinte questionamento: qual a sua dúvida em relação a um tema de saúde? Esses instrumentos ficarão expostos à comunidade escolar nos primeiros 20 dias de cada mês, ao término serão recolhidas. Após leitura dos manuscritos, o tema mais frequente será trabalhado de forma artística e lúdica nas sessões de educação em saúde. Ao término de cada encontro, os discentes serão convidados a responderem à pergunta: Qual a sua percepção em relação a educação em saúde pelo lúdico e a arte? Os alunos depositarão suas sugestões nas urnas. Este ciclo será repetido, a fim de difundir a educação em saúde na escola.

Resultados esperados: espera-se uma integração entre a arte, o lúdico e a saúde como ferramentas facilitadoras a difusão da educação em saúde na escola, tendo como foco o empoderamento do ser adolescente para o desenvolvimento de comportamentos e atitudes saudáveis, como protagonistas de seu processo de saúde.