CAMPUS BOM JESUS DO ITABAPOANA

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Bom Jesus do Itabapoana > Notícias > Maionese desenvolvida no Campus Bom Jesus será apresentada em evento na Austrália

Notícias

Maionese desenvolvida no Campus Bom Jesus será apresentada em evento na Austrália

Ciência e Tecnologia de Alimentos

Produto ficou em segundo lugar entre 41 projetos de inovação apresentados na Tenda Tecnológica, realizada durante a Reditec 2018.
por Comunicação Social do Campus Bom Jesus do Itabapoana publicado 27/09/2018 08h53, última modificação 27/09/2018 09h33

Os apreciadores de uma boa maionese ficaram satisfeitos quando a primeira patente depositada pelo Instituto Federal Fluminense desenvolvida no Campus Bom Jesus foi apresentada. A maionese de baixo custo, produzida a partir de lactossoro, possui 40% menos calorias que outras opções disponíveis no mercado. A novidade foi apresentada na Tenda Tecnológica realizada durante a 42ª Reunião Anual dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec), em Búzios (RJ), e ganhou aprovação não só dos participantes que tiveram a oportunidade de experimentá-la, mas também da comissão avaliadora dos 41 projetos apresentados no espaço, garantindo o segundo lugar na colocação geral.

A Tenda Tecnológica é um espaço voltado para a divulgação dos projetos de inovação desenvolvidos por alunos da Rede Federal. Neste ano, 23 instituições apresentaram trabalhos, que foram avaliados por consultores externos de universidades e instituições de pesquisa do Rio de Janeiro, além de receberem a visita de gestores e estudantes de escolas das redes municipal e estadual. Os melhores colocados participarão do Congresso da Federação Mundial de Colleges e Politécnicos (WFCP), na sigla em inglês, de 8 a 10 de outubro de 2018, em Melbourne, na Austrália, com as despesas de passagens e diárias pagas pela organização da Reditec 2018.

Surpresa e satisfação foram os sentimentos de Lucas Martins, estudante egresso do campus, responsável pelo desenvolvimento do produto. “O projeto era muito interessante, tínhamos um feedback muito bom dos consumidores e está na hora de essa ideia ganhar o mundo! Esse trabalho vai muito além de desenvolver um novo produto, ele chama a atenção para a redução de impactos ambientais e redução do desperdício de alimentos, assuntos que nunca devem ser esquecidos”, comenta. A professora Katia Kawase acompanhou o ex-bolsista durante a apresentação e manifestou seu orgulho pela dedicação dos alunos do ensino técnico e superior que atuaram no desenvolvimento do projeto e na escrita da patente.

Kátia destaca a importância da conquista para a instituição. “Representa uma resposta positiva com aplicação do ensino, pesquisa e extensão. Nossos alunos estarão representando, com o trabalho na Austrália, essas diretrizes que constam na missão de criação dos institutos federais. É uma satisfação ser educadora e ver a evolução e superação desses alunos”, avalia. O projeto será representado na WFCP pelo coordenador do curso superior em Ciência e Tecnologia de Alimentos do Campus Bom Jesus, Hilton Galvão. “A apresentação do projeto na Austrália culmina com a premiação do grupo, oportunidade de mostrar ao mundo o que fazemos no Campus Bom Jesus do Itabapoana”, afirma. Além da divulgação institucional, a expectativa é de conhecer trabalhos desenvolvidos em instituições de outros países e trazer as experiências para o IFFluminense.

Apresentação Maionese na Tenda Tecnológica

Visitantes da Tenda Tecnológica puderam degustar a nova maionese.

A WFCP acontece entre os dias 8 e 10 de outubro, com a temática “Preparando-se para as habilidades do futuro, agora”. A proposta é discutir os desafios da educação profissional, gerados pelo avanço das tecnologias e automação, bem como seu impacto no trabalho, nas sociedades e populações que podem ser afetadas pelas mudanças nas circunstâncias econômicas e globais. Mais informações estão disponíveis no site da conferência.