CAMPUS BOM JESUS DO ITABAPOANA

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Bom Jesus do Itabapoana > Pesquisa > Avaliação pós colheita de frutos do maracujá BRS Perola do Cerrado (Passiflora setacea)

Avaliação pós colheita de frutos do maracujá BRS Perola do Cerrado (Passiflora setacea)

por Comunicação Social do Campus Bom Jesus do Itabapoana publicado 05/02/2019 13h50, última modificação 05/02/2019 13h58
Avaliação pós colheita de frutos do maracujá BRS Perola do Cerrado (Passiflora setacea)

Coordenador: Hilton Lopes Galvão

Resumo: O maracujá BRS Pérola do Cerrado é uma cultivar que foi obtida a partir do melhoramento genético da espécie Passiflora setacea. Diferentemente do Passiflora edulis, não ocorrem mudanças tão evidentes na coloração da casca que permitam correlacionar o grau de maturação da fruta, com o ponto de colheita e de maturação para consumo. Por isso, são necessários realizar estudos de fisiologia e tecnologia pós-colheita específicos para esta espécie. O objetivo deste trabalho será avaliar o processo de amadurecimento através de análises de parâmetros de qualidade pós-colheita em frutos do maracujazeiro BRS Pérola do Cerrado armazenados em diferentes condições de armazenamento. O experimento será desenvolvido no IFFluminense Campus Bom Jesus do Itabapoana. Frutos do maracujazeiro BRS Pérola do Cerrado (Passiflora setácea) serão colhidos manualmente, de plantas cultivadas no Campus Bom Jesus do Itabapoana. Os frutos, após a sanitização e seleção, serão submetidos aos seguintes tratamentos: T1= Embalagem em Filme de PVC e refrigeração a 10º C; T2 = Refrigeração a 10 º C sem embalagem; T3 = Controle (sem embalagem e condições de temperatura ambiente). Serão avaliados por períodos de 0, 1, 3, 5, 7 e 14 dias de armazenamento quanto a suas características físicas e físico-químicas (Perda de massa fresca; Avaliação visual de cor e firmeza; Avaliação instrumental de cor; clorofila, ºBrix; Acidez titulável; pH). O experimento será conduzido no esquema de parcelas subdivididas, tendo nas parcelas os tratamentos e nas subparcelas os tempos de armazenamento, em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições. A unidade experimental será constituída quatro frutos de maracujá. Os dados serão analisados por meio de análise de variância e análise de regressão. Espera-se, com o presente projeto, realizar a caracterização pós-colheita do maracujá BRS Pérola do Cerrado. Além disso, pretende-se avaliar e determinar aspectos pós colheita de qualidade deste fruto em diferentes condições de armazenamento.