CAMPUS CAMPOS CENTRO

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Campos Centro > Notícias > Alunos do IFF participam de competição de barcos movidos a energia solar

Notícias

Alunos do IFF participam de competição de barcos movidos a energia solar

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

O Desafio Solar Brasil 2020 reúne equipes de todo o Brasil. A 7 capitães, do IFF Campos Centro, e a Solaris, formada por estudantes dos campi São João da Barra e Cabo Frio, representam o Instituto.
por Vitor Carletti / Comunicação Social do Campus Campos Centro publicado 30/01/2020 18h15, última modificação 31/01/2020 15h55
Exibir carrossel de imagens Alunos dos campi Campos Centro, São João da Barra e Cabo Frio participam do Desafio Brasil Solar 2020.(Fotos: Divulgação)

Alunos dos campi Campos Centro, São João da Barra e Cabo Frio participam do Desafio Brasil Solar 2020.(Fotos: Divulgação)

Aliar o desenvolvimento de novas tecnologias com fontes renováveis de energia, promover a ciência e uma corrida de barcos movidos a luz solar são objetivos do Desafio Solar Brasil  2020 que neste ano está acontecendo em São Francisco do Sul, em Santa Catarina, entre os dias 27 de janeiro e 2 fevereiro.

O IFFluminense está participando do evento com as equipes Solaris, que reúne alunos dos campi São João da Barra e Cabo Frio, e a 7 Capitães, do Campus Campos Centro, formada por 11 estudantes das engenharias de Controle e Automação e Elétrica e do Curso Superior de Tecnologia em Manutenção Industrial.

A 7 capitães participa desta edição como observadora porque ainda não possuía uma embarcação. Mas durante a competição os alunos do IFF Campos Centro receberam um casco de catamarã da Vento Sul, equipe da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A Solaris está participando das regatas já que possui o barco.

O estudante de Manutenção Industrial David Velasco disse que o evento é uma oportunidade de os alunos colocarem em prática o que aprendem em sala de aula. "Inicialmente esse tipo de evento gera uma maior visibilidade das fontes alternativas, bem como demonstra a toda a comunidade a sua viabilidade. Ao verem a utilização deste tipo de tecnologia, a sociedade se sente mais confiante para comprar esse tipo de equipamento", afirma.

Os professores Valter Sales e Alice Mothé também fazem parte da 7 capitães. “Estamos na perspectiva de competir na próxima edição do evento, já que conseguimos a cessão do casco de catamarã”, adianta Valter.