CAMPUS CAMPOS CENTRO

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Campos Centro > Notícias > Curso Técnico de Segurança no Trabalho passa a ter um laboratório multiuso

Notícias

Curso Técnico de Segurança no Trabalho passa a ter um laboratório multiuso

Prática profissional

Com o novo espaço, diversas disciplinas terão suas aulas práticas realizadas no local.
por Comunicação Social do Campus Campos Centro publicado 25/05/2017 18h06, última modificação 25/05/2017 18h09
Exibir carrossel de imagens Professores e estudantes do curso no novo espaço (Misael Bernardes/Núcleo de Imagens do IFF)

Professores e estudantes do curso no novo espaço (Misael Bernardes/Núcleo de Imagens do IFF)

Os professores do curso passaram nos últimos anos pelo desafio de dar uma boa aula prática sem ter um local apropriado para isso. Os equipamentos expostos nas bancadas do laboratório multiuso já existiam no campus, mas saiam dos armários de forma breve e limitada. “Agora vamos poder dar uma aula prática aqui, com equipamentos muito importantes”, observa a professora Enilce Maria Coelho, coordenadora do curso.
 
Além das bancadas com os aparelhos usados em áreas como medicina do trabalho e potencial de riscos, há um espaço reservado a equipamentos de prevenção a incêndios, como as mangueiras. Outra ferramenta acessível aos estudantes é o acervo teórico representado por trabalhos elaborados ao longo dos últimos anos por alunos, sob orientação dos professores do curso. Os textos podem ser consultados no local em pastas organizadas por ano e temas.
 
Bom para o presente e futuro do curso, como testemunha a estudante Elaine Cristina, do módulo quatro: “a gente sente falta de não ter tido contato com os aparelhos e eles (os alunos dos próximos módulos) vão ter mais contato e vai ser bem melhor. Também do quarto módulo, Karine Basílio vinha tendo mais oportunidades que seus colegas pelo fato de já estagiar em uma empresa:
 
- Tenho um pouco mais de convivência com a empresa em si, a produção dela, contato com o extintores, mangueiras de incêndio, os procedimentos, mas vai ser bom para os alunos porque vai enriquecer.  
 
Eunice concordo com os ganhos daqui pra frente. “Era uma necessidade, um diferencial para os alunos. Eles vão ter a oportunidade de manusear os equipamentos e não vão levar susto ao chegarem na empresa”, salienta.
 
O diretor geral do Campus Campos Centro, Carlos Alberto Henriques, explica por que a demanda foi priorizada nesse começo de gestão:
 
- A gente entende que o aluno – principalmente na área de segurança – não pode ter uma formação sem equipamentos, uma aula prática. Ele acaba saindo daqui sem ter essa visão da prática. Esse curso tem 30 anos e até hoje não se tinha esse laboratório. Agora, tivemos a oportunidade e cedemos o espaço.