CAMPUS CAMPOS CENTRO

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Campos Centro > Notícias > Goytaborgs prepara seus robôs para o Winter Challenge Concórdia

Notícias

Goytaborgs prepara seus robôs para o Winter Challenge Concórdia

Robótica

Evento é um dos maiores do mundo em competição entre robôs de diferentes classes. Será realizado de 12 a 15 de setembro em Concórdia, Santa Catarina.
por Comunicação Social do Campus Campos Centro publicado 04/09/2019 15h36, última modificação 05/09/2019 11h22
Exibir carrossel de imagens Parte do time e dos robôs (Foto: Raphaella Cordeiro)

Parte do time e dos robôs (Foto: Raphaella Cordeiro)

A equipe de robótica Goytaborgs levará para as arenas este ano quatro classes de robôs: Índío (Artbot), Marreco e Nameless (Combate), Relâmpago Marquinhos (Seguidor de Linha) e Sovaco de Cobra (Sumô). Índio é uma homenagem da equipe aos primeiros habitantes de Campos dos Goytacazes, os índios Goitacazes. Ele participa na categoria em que os concorrentes capricham para se destacar no plano artístico, em referência cultural, mas também em tecnologia. Na avaliação do capitão da equipe do Campus Campos Centro, Felipe Ribeiro Gomes Amorim, "Índio ficou bem-feito, um trabalho muito bom". 

Como essa será a primeira vez que a Goyta participa nessa classe, a equipe não estabeleceu metas, mas está otimista. A situação é diferente em relação a Marreco e Relâmpago. O primeiro já esteve em outra competição e teve bom desempenho. O time fez modificações que levam a um aumento da expectativa em relação ao Winter Challenge 2019. Felipe conta que a equipe trabalhou nas partes eletrônica e de programação de Relâmpago, por isso "esperamos que se saia bem. Acho que vai subir bastante no ranking". 

A Goytaborgs é integrada por 21 estudantes de diferentes áreas: Engenharia de Controle e Automação, Engenharia Elétrica, Engenharia da Computação, Design Gráfico e Tecnólogo em Manutenção Industrial. No começo eram apenas cinco integrantes. Também é do time o servidor da Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação, Revair Lourenço. Ele acompanha os estudantes nas competições e colabora nos trabalhos realizados no laboratório/sede da Goytaborgs.

A estudante do nono período de Engenharia de Controle e Automação, Jheneffer Marvila, destaca o potencial de trocas de informação e de conhecimento. "A competição é a maior da América Latina. Vem gente de tudo quanto é canto. Ano passado teve participante do México, França, Estados Unidos", detalha ela. 

Já são dois anos de atividades e participação em quatro competições. "Os robôs melhoram em qualidade e são bem competitivos. A gente cresce com a equipe aprendendo muito lá" (na Winter Challenge), comenta Felipe.  Mais uma vez, a equipe conta com apoio da direção geral do campus. Em um momento de dificuldades orçamentárias, o diretor Carlos Alberto Henriques disse esperar contar com recursos para ajudar a equipe. Outro parceiro importante é o Pólo de Inovação Campos dos Goytacazes (PICG) ,do Instituto Federal Fluminense. O Pólo cederá uma van para o transporte da equipe, dos equipamentos e deslocamentos em Concórdia. 

Para a inscrição e as despesas da viagem, a Goytaborgs está vendendo rifas e no Arraiá da Federá, realizado em julho, montou uma barraca para arrecadar dinheiro visando o evento.