CAMPUS CAMPOS CENTRO

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Campos Centro > Notícias > Homenagem a professores e fundadores do Curso Técnico de Estradas

Notícias

Homenagem a professores e fundadores do Curso Técnico de Estradas

Estradas

Inspirada em fotografias exibidas em projeto do Centro de Memória do IFF, professora do curso convida colegas e antigos mestres para celebração.
por Comunicação Social do Campus Campos Centro publicado 29/10/2018 14h02, última modificação 05/11/2018 16h47
Show image carousel Professores, alunos do curso e gestores do IFF no Espaço Raul Linhares (Foto: Raphaella Cordeiro)

Professores, alunos do curso e gestores do IFF no Espaço Raul Linhares (Foto: Raphaella Cordeiro)

Imagine participar de uma chamada, daquelas que marcam tantos início de aula, mas com colegas e professores com quem se estudou há décadas. É emocionante. E foi com muita emoção que a professora Fátima Pereira Gomes pronunciou o nome de cada colega do Curso Técnico de Estradas, ouvindo de retorno o "presente", na homenagem proposta aos pioneiros do curso. A ideia surgiu durante a 25ª Semana do Saber Fazer Saber realizada no Campus Campos Centro de 24 a 26 de outubro. 

No local da homenagem, o Espaço Cultural Raul David Linhares, estava acontecendo uma exposição promovida pelo Centro de Memória do IFF, remetendo ao passado da educação profissional e tecnológica. Foram homenageados professores mais antigos do curso: Almir Nascimento de Jesus, Roberto Antônio Paiva, Adalcto Baptista de Mattos, Antonio Roberto Viana, Rubens Matos, Salvador Ferreira e Cláudio Leal. 

Organizadora do encontro, Fátima leu uma mensagem sobre os mestres pioneiros do curso: "Essas pessoas ficam para sempre guardadas na nossa memória, cultivadas no nosso coração. São pessoas especiais que nos tornaram melhores". 

Atualmente professora de desenho técnico no campus Macaé, Luciane Duarte Tavares relembrou seu tempo de aluna no curso: "Um tempo em que o respeito ao professor era uma coisa muita séria. Isso fez uma diferença tremenda na minha vida".

Estima-se que cerca de 60% dos servidores do IFF tenham menos de 10 anos de instituição  Para o reitor do IFFluminense, Jefferson Manhães de Azevedo, isso "traz o desafio muito grande que é manter os princípios e os valores desta instituição, o compromisso que ela sempre de desenvolver os talentos das pessoas para fazer o Brasil um país melhor". Referindo-se aos homenageados, ele acrescentou: "Vocês são um grande exemplo pra gente, para continuar com amor, com entusiasmo, transformando a vida das pessoas". 

Amor ao IFF - Também presente, o ex-reitor do IFF, Luiz Augusto Pereira Caldas, deu seu testemunho como ex-aluno da Escola Técnica Federal de Campos e posteriormente professor e gestor:

- Eu diria que esses quatro talvez mereçam um registro particular pelo pioneirismo. Muitos foram responsáveis pela implantação do curso. Quando olho para o professor Almir Nascimento,eu me lembro de sua incondicional disponibilidade para essa escola, sua paixão por essa escola; quando olho para o professor Roberto, me vem a cabeça o grande maestro, um grande líder, alguém que conduziu com muita competência a sua equipe e que levou o Curso de Estradas a ganhar a estatura que ganhou. Quando olho para Antonio, me ocorre a presença de um conciliador, alguém que sempre se esforçou para que o diálogo entre os diferentes pudesse se fazer, em nome dessa instituição. Para Adalcto, olho para um trabalhador, um batalhador, alguém que se dedicou como poucos a essa instituição". 

Cláudia Barroso, diretora da Educação Básica e Profissional, falou inicialmente como ex-aluna e depois como representante do diretor geral, Carlos Alberto Henriques, que não pode comparecer. "Tenho certeza que estou falando também em nome da minha turma, fui aluna dessa instituição, do professor Antonio Roberto, do professor Almir.Era uma época muita boa aqui nessa escola. A gente só tem mesmo que agradecer a vocês, não só pelos conhecimentos, mas também por todo carinho e atenção que sempre tiveram com seus alunos. Tenho certeza que estou falando aqui não só em meu nome, mas no dos demais colegas da minha turma". 

O professor Almir Nascimento não falou durante a homenagem, mas gravou um depoimento para a Comunicação Social: "Dei a aula inaugural desses prédios em oito de março de 1968. Foi uma época muita boa, de pioneirismo aqui na região. Nós que desbravamos essa região com esses cursos (Estrada, Química, Física etc) de modo que é uma lembrança muito boa, saudosa, mas positiva, porque hoje vemos esse conjunto todo muito bonito e útil para o ensino e o desenvolvimento da nossa região. Aos 93 anos ainda vibro com essa história!"