CAMPUS CAMPOS CENTRO

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Campos Centro > Notícias > Resistência ao uso das tecnologias digitais em sala de aula terá que acabar, diz professora da UFV

Notícias

Resistência ao uso das tecnologias digitais em sala de aula terá que acabar, diz professora da UFV

II Semana Pedagógica

Silvane Gomes fez a palestra inaugural do evento, no auditório Cristina Bastos, no IFF Campos Centro.
por Vitor Carletti / Comunicação Social Campus Campos Centro publicado 09/09/2019 18h01, última modificação 10/09/2019 13h12
Exibir carrossel de imagens Professora da UFV, Silvane Gomes fez a palestra inaugural sobre o uso da tecnologia na sala de aula.(Fotos: Vitor Carletti)

Professora da UFV, Silvane Gomes fez a palestra inaugural sobre o uso da tecnologia na sala de aula.(Fotos: Vitor Carletti)

Embora não seja uma unanimidade no meio acadêmico e ainda alimentar focos de resistência, o uso das tecnologias digitais tende a ser protagonista no ensino na sala de aula. É o que afirmou a professora da Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância da Universidade Federal de Viçosa (UFV) Silvane Gomes na palestra inaugural da II Semana Pedagógica do Instituto Federal Fluminense (IFF) Campus Campos Centro nesta segunda-feira, 09 de setembro.

“As tecnologias são fundamentais no processo de ensino atual. A moderna educação, as metodologias inovadoras necessitam que o professor tenha conhecimento e domínio disso de forma didática de modo a reestruturar seu pensamento e ensino. De toda forma, mesmo que ele seja resistente, a própria sala de aula, o conteúdo e o meio em que ele vive vai chamá-lo para essa capacitação”, disse.

Silvane acredita que o uso em massa do celular ao mesmo tempo que propicia o acesso a conteúdos diversificados pela internet ajuda a criar uma distância entre o professor e o aluno. Ela disse, porém, que impedir os smartphones não é o melhor caminho, mas sim fisgar a sala de aula pela emoção com métodos inovadores com ou sem as tecnologias digitais.

“Na verdade, eu não vejo as tecnologias obrigando os professores a mudar. Mas, os nossos alunos impõem essa mudança no sentido de que eles são muito ligados às tecnologias digitais. E acaba que o professor, se ele não repensa esse modo de ensinar a metodologia ensinada dentro da sala de aula trazendo essas tecnologias para propiciar o engajamento do aluno, ele fica fora do contexto”, explica.