CAMPUS MACAÉ

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Macaé > Notícias > Campus Macaé recepciona novos alunos e pais com música e informação

Notícias

Campus Macaé recepciona novos alunos e pais com música e informação

Calouros

Alunos e pais tomaram conhecimento do funcionamento do campus e tiraram dúvidas com a equipe gestora. Evento também contou com a apresentação de um vídeo sobre o Aedes Aegypti.
por Valdênia Gomes Miranda Lins publicado 11/04/2016 18h12, última modificação 12/04/2016 12h54
Exibir carrossel de imagens Pedagoga Sandra Dias explica a importância do envolvimento dos pais na vida escolar. (Tiago Quintes)

Pedagoga Sandra Dias explica a importância do envolvimento dos pais na vida escolar. (Tiago Quintes)

A recepção teve início com a apresentação do coro do campus Macaé, regido pelo professor Hélio Júnior. Após o número musical, o diretor geral Marcos Cruz deu as boas-vindas aos alunos e os incentivou a participar das outras atividades que a instituição oferece. “Nós temos oportunidades de desenvolvimento cultural e artístico além do tecnológico, como previsto na formação dos institutos federais”, disse ele.

O diretor de ensino, Luciano Lacerda, reforçou a importância das atividades. “Vocês precisam saber usar adequadamente o tempo que vocês passam no instituto”. Em seguida, informou sobre o início da integração, que ocorrerá dia 18 de abril de 2016.

Os alunos também tiveram a oportunidade de conhecer as instâncias de representação estudantil: Grêmio e Conselho de Alunos Representantes de Turma (Cart). Eles apresentaram suas estruturas e passaram suas experiências dentro da instituição.

A mãe da aluna Kelly Ramos Morano, Luciana Morano, disse que estava muito satisfeita com a entrada da filha no IFF. “Queria muito que ela estudasse aqui. Infelizmente, a irmã dela perdeu a prova, mas ela conseguiu. Não vejo a hora de as aulas começarem.”, falou. O curso escolhido por Kelly foi Meio Ambiente “porque minhas amigas fizeram. Essa escola é melhor que as outras”, declarou a estudante. Já a mãe, disse que “tudo é meio ambiente. Ela vai poder trabalhar em muitas coisas nessa área, porque envolve tudo”, afirmou.

O aluno Eduardo Silva Amaral disse que escolheu o IFF por influência da irmã. Ele optou pelo curso de Automação Industrial. “Aqui é bom. O curso de Automação é o que mais me identifiquei”, resumiu ele.

 

Combate ao Aedes Aegypti

Como parte do Pacto da Educação contra o zika vírus, foi apresentado aos presentes um vídeo sobre o mosquito Aedes Aegypti, produzido na Fiocruz. A aluna da UFRJ, Marcelle de Queiroz Guimarães, que faz parte do projeto “Desmitificando o vetor Aedes Aegypti”, ficou à disposição para o esclarecimento de dúvidas.

Segundo Marcelle, o objetivo do projeto é passar as informações para a população, detalhando o ciclo de vida do mosquito a fim de ressaltar a importância do combate. Eles trabalham com alunos do Ensino Fundamental de Macaé, levam-nos ao laboratório da UFRJ para que vejam de perto as formas de ovo, pupa e alada. “Nossa intenção é estender a informação. Fazemos as pesquisas no laboratório e levamos os resultados à população em geral”, disse ela.

Uma cópia do vídeo foi doada à biblioteca do campus, para que o material possa ser utilizado em aulas e atividades sobre o mosquito.

Recapção noturna

 No turno da noite, os novos estudantes também foram recepcionados com música, bate-papo com a equipe da direção, pedagogas, representantes da Conae, Napnee e Grêmio Estudantil. O professor Hélio, acompanhado de sua banda, interpretou canções como “Tempos modernos”, “Mais uma vez” e “Olhos coloridos”, chamando atenção para questões que envolvem a nova etapa pelas quais os alunos passarão.

Em relação às turmas do noturno, o diretor geral, Marcos Cruz, destacou o compromisso da direção com a formação dos alunos. “É um desafio para a gestão garantir o bom funcionamento da escola no turno da noite, tanto quanto os turnos da manhã e da tarde”, disse o diretor. Também participaram os coordenadores de curso, que deram as boas-vindas aos ingressantes e se colocaram à disposição para o esclarecimento de dúvidas.

Dando sequência às atividades, o professor Neto Severino apresentou uma breve palestra motivacional e ressaltou a importância dos alunos entenderem que fazem parte de um Instituto Federal e que precisam valorizar a instituição. “Os estudantes são a maior motivação para alcançar os seus próprios objetivos”, lembrou o professor. A palestra foi acompanhada da exibição de um vídeo, mostrando exemplos de superação e casos de pessoas que venceram desafios.

Preocupada com o futuro, a aluna Laura Almeida Lamoia, que passou para o curso técnico subsequente em Eletromecânica, disse que busca uma formação técnica complementar a sua graduação em Engenharia de Produção, com o objetivo de se preparar melhor profissionalmente. “Quero seguir em frente e tentar uma recolocação no mercado de trabalho, buscar novas oportunidades”, comentou a estudante.

Já o Alex Maurício Mendonça, novo aluno no curso do Proeja, considera que a formação no Instituto traz uma visibilidade maior para a carreira profissional. “Minha expectativa é de ter uma boa base técnica e me qualificar para outras chances de trabalho, disse o estudante, que já trabalha embarcado como soldador.

A direção de ensino informou que as turmas do subsequente iniciarão as aulas normais em 1 de julho. Para os alunos do Proeja, as atividades de nivelamento terão início em 18 de abril. As turmas do Ensino Médio Integrado terão atividades às segundas (13h) e quartas-feiras (8h), durante oito semanas, a partir de 18 de abril.


registrado em: ,