CAMPUS MACAÉ

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Macaé > Notícias > Dispositivo 3D desenvolvido no Campus Macaé é apresentado em Brasília

Notícias

Dispositivo 3D desenvolvido no Campus Macaé é apresentado em Brasília

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Trabalho desenvolvido por estudantes de Engenharia de Controle e Automação permite a visualização de superfícies em 3D.
por Valdênia Gomes Miranda Lins publicado 18/10/2018 13h04, última modificação 18/10/2018 13h04
Exibir carrossel de imagens Alunos do IFF apresentando para público local na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.

Alunos do IFF apresentando para público local na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.

O projeto “Dispositivo Reconfigurável para Visualização 3D de Superfícies Tridimensionais” foi demonstrado, a convite do Ministério da Educação, na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Brasília. O evento tem como objetivo estimular o interesse de estudantes em inovação e pesquisa.
Os alunos de engenharia de Controle e Automação, Lucas Moreira Dias e Carlos Henrique de Azevedo Pires Soares Coutinho, sob orientação do professor Robson da Cunha Santos, apresentaram o projeto para as inúmeras empresas nacionais e internacionais e estudantes de escolas públicas e privadas que participavam do evento. O dispositivo consiste num display físico na resolução 16:9 que possibilita exibir informações em três dimensões com dados de elevação, como por exemplo mapas topográficos e variados relevos de forma física ou gráficos de matemática com três dimensões, com eixo x, eixo y e eixo z, bastando que seja fornecida ao aplicativo de smartfone uma equação tridimensional.
“Esse projeto tem inúmeras aplicações, podendo se tornar, principalmente, uma ferramenta didática inovadora para o ensino de geografia e matemática, representação de ondas senoidais e a criação da telepresença física utilizando o dispositivo Kinect”, explica o professor Robson. Ele relata ainda que diversas empresas ficaram interessadas em financiar o projeto para comercialização, mas antes disso, é preciso registrar a patente junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).
Com esse projeto, os alunos tiveram a oportunidade de participar da Reunião anual dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec), realizada em setembro, em Búzios e do World Federation of Colleges and Polytechnics, na Austrália, no início de outubro.