CAMPUS MARICÁ

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Maricá > Notícias > IFF inaugura sede definitiva do Campus Avançado Maricá

Notícias

IFF inaugura sede definitiva do Campus Avançado Maricá

Inauguração

Com o novo espaço, o campus poderá ampliar a oferta de vagas e de cursos na região.
por Comunicação Social da Reitoria publicado 12/03/2019 17h36, última modificação 14/03/2019 15h01
Exibir carrossel de imagens Solenidade foi realizada na tarde de segunda-feira, dia 11

Solenidade foi realizada na tarde de segunda-feira, dia 11

 Estudantes do IFF Maricá iniciaram suas atividades letivas de 2019 em novas instalações. A sede definitiva do Campus Avançado do Instituto Federal Fluminense foi entregue pela Prefeitura do município na tarde desta segunda-feira, dia 11 de março.  

 A solenidade de inauguração contou com a presença do secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC), Alexandro Ferreira, autoridades locais, gestores e servidores do IFF e Prefeitura, estudantes e da comunidade em geral.

 A sede definitiva do Campus Maricá, localizada na RJ 114, Km 12,5, no bairro Ubatiba, foi construída em uma parceria do IFFluminense com a Prefeitura, responsável pela obra. A nova unidade tem aproximadamente 40 mil m² de espaço físico total, com 20 mil m² já ocupados com 12 salas de aula, 6 laboratórios, 2 galpões, auditório, biblioteca e instalações para refeitório, divididos em 4 blocos.

 Com a nova estrutura, o campus, que iniciou suas atividades no município em 2015, em uma sede provisória e, atualmente, oferta o Curso Técnico Integrado ao Ensino Médio em Edificações e possui 250 alunos, será capaz de receber até 1200 estudantes, podendo ampliar a sua oferta de cursos. “Já aprovamos internamente o Curso Técnico em Meio Ambiente, para início em 2020, e o Curso de Pós-graduação e o Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Literatura, Memória e Sociedade”, afirmou o diretor-geral do campus, Emerson Brum. “O campus é uma perspectiva aberta para Maricá, de ter uma instituição consolidada como o IFF, que marca a história das regiões onde se estabelece. Essa inauguração é um marco de consolidação, de firmar nossas raízes, e quando a raiz é boa, o fruto é bom”, destacou o diretor.

 O prefeito do município, Fabiano Horta, falou de sua satisfação ao entregar a nova sede do campus. “Estamos entregando uma dimensão física, que a gente acha bela, mas que carrega, acima de tudo, os sonhos de humanidade, de transformação, de uma dimensão emancipatória dos seres humanos”, afirmou, acrescentando que a presença do IFF em Maricá faz com que a autoestima do município cresça, porque ele traz a possibilidade de transformação futura. “O IFF é um orgulho para o município, ele referencia os nossos jovens, é olhando para esse campus que nossas crianças vão sonhar com seu futuro”.

 Estudante do 2.º ano do Curso Técnico em Edificações, César Tiago Cordeiro ressaltou as qualidades da nova unidade. “É um espaço enorme, muito equipado, bem diferente do local que estávamos. Tenho a expectativa de melhoria do ensino, de poder aprender mais e com qualidade. Agradeço a todos os funcionários, alunos e pais que impulsionaram essa escola”.

 O reitor do IFF, Jefferson Manhães, destacou a infraestrutura do novo campus. “Agora, nós temos uma escola com seus espaços pensados para a educação profissional, o que vai melhorar a qualidade do que fazemos na região. Esse espaço é um marco para que a gente possa sonhar mais alto. Nós queremos um campus pleno em Maricá, essa região merece, e junto com o futuro campus do IFF em Itaboraí, nós vamos ter muitos avanços na região”, afirmou.

 O secretário da Setec/MEC, Alexandro Ferreira, destacou que há muitos desafios a serem superados na Educação, mas que há instituições espalhadas pelo Brasil, como os Institutos Federais, que mostram um caminho para superação das dificuldades. “A Educação Profissional e Tecnológica, o modelo de educação dos Institutos Federais é a possibilidade de superar as dificuldades do ensino brasileiro, não só pela excelência, mas pela aplicação prática do conhecimento. O modelo de educação dos Institutos, para mim, é uma manifestação do sentido básico do conhecimento, utilizado para transformação não só individual, como também da realidade local”, destacou.

 Assista ao vídeo: