CAMPUS MARICÁ

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Maricá > Notícias > IFF Maricá se destaca com premiações na 3.ª etapa da XIX Jornada Jovens Talentos

Notícias

IFF Maricá se destaca com premiações na 3.ª etapa da XIX Jornada Jovens Talentos

Formação Científica

O Campus Avançado conquistou os 2.º e 3.º lugares na premiação.
por Comunicação Social do Campus Maricá com Reitoria publicado 08/01/2019 11h00, última modificação 30/01/2019 17h20

  Realizada anualmente pelo Centro de Ciências e Educação Superior à Distância do Estado do Rio de Janeiro (CECIERJ), em parceria com a Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), a XIX Jornada Jovens Talentos para Ciência concluiu, no dia 12 de dezembro, em Niterói, sua 3.ª e última etapa de 2018. Nesta etapa final, foram recebidos os projetos desenvolvidos em diversas instituições de educação vinculados ao Programa Jovens Talentos (JT), apresentados por seus respectivos bolsistas na modalidade “painel” (banner). O evento, que durou até o fim da tarde, encerrou-se com o anúncio das premiações aos melhores projetos apresentados, tendo o Instituto Federal Fluminense Campus Avançado Maricá se destacado com os 2.º e 3.º lugares da área de Matemática.

 Maricá na Jornada JT

  A Jornada da Faperj contou com três etapas, em locais distribuídos de acordo com suas regiões. A 1.ª etapa, que abrange a região Norte/Noroeste, foi realizada no dia 27 de novembro de 2018 no IFF do Campus Bom Jesus do Itabapoana; a 2.ª etapa referente à região Centro-Sul, ocorreu dia 6 de dezembro de 2018 no IFRJ Campus Volta Redonda; e, a 3.ª etapa, abrangendo as regiões Metropolitana, Serrana e Litorânea, foi realizada no no Espaço Niemeyer, em Niterói.

  Como participante desta última, o Campus Avançado Maricá enviou cerca de 20 bolsistas e três voluntários dos 10 projetos de pesquisa desenvolvidos por seus docentes por meio do Programa Jovens Talentos. Tais projetos compreendem diferentes áreas entre Humanas, Exatas e Biológicas, e muitos propõem investigações de temas que vão além dos limites disciplinares, como é o caso das pesquisas da professora de Educação Física, Regiane Costa, e do professor de Sociologia, Alessandro Garcia. O campus apresentou não só pesquisas iniciadas recentemente, no segundo semestre de 2018, com resultados parciais, como também outras investigações com mais tempo de desenvolvimento e já em prazo final, iniciadas no segundo semestre de 2017. Todas as apresentações foram feitas por bolsistas em modalidade banner, na presença de seus orientadores.

  Para a professora Viviane Lagdem, ter o Programa JT em Maricá tem sido uma grande oportunidade de envolver mais os alunos: “participo do programa desde 2012 e acredito que ele impulsiona e motiva os estudantes no universo da pesquisa desde a seleção dos bolsistas. Vejo nos meus bolsistas atuais e nos que já não estão mais no programa a vontade de desenvolver propostas construtivas”, ela comenta.

 Premiação

 O grande destaque do Campus Maricá nas premiações da etapa de Niterói se deve aos projetos de Matemática orientados pelos professores Everton de Moraes e Viviane Lagdem. Iniciado no segundo semestre de 2017, o projeto intitulado “Mate_Magica_Mente”, coordenado pela professora Viviane, cujos bolsistas são os alunos Carlos Miguel de Oliveira e João Pedro Braga, conquistou o 2.º lugar pela comissão avaliadora na categoria “Exatas”. Com o 3.º lugar na mesma categoria, foi premiado o projeto do professor Everton, intitulado “Uso de smartphones como ferramentas no ensino de matemática aplicada ao curso técnico de edificações”, cujo bolsista é o aluno Vinicius de Oliveira. Vale mencionar que este último foi iniciado recentemente, no segundo semestre de 2018. Os bolsistas vencedores foram premiados com uma bibliografia voltada à formação científica dos novos pesquisadores, com livros de grandes nomes da academia brasileira.

 Um pequeno contratempo

 A participação do Campus Avançado Maricá, e a consequente notabilização de suas pesquisas no evento, poderia não ter acontecido por dificuldades com o ônibus que faria o translado.  Já no final da tarde da véspera do evento, o diretor do campus, professor Emerson Bittencourt, e o professor Fernando comunicaram que o campus Itaperuna lhes cederia seu ônibus, o qual se encontrava, contudo, em Campos – RJ; e o Campus Cabo Frio cederia seu motorista, que teve de buscar o veículo naquele município. Vale destacar a colaboração e a boa vontade demonstradas por todos os envolvidos nessa logística, que se esforçaram para que o Campus Avançado Maricá pudesse ter essa importante participação na jornada científica.