POLO DE INOVAÇÃO CAMPOS DOS GOYTACAZES

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Polo de Inovação Campos dos Goytacazes > Notícias > Artigo sobre satélite desenvolvido pelo IFFluminense é apresentado em simpósio internacional

Notícias

Artigo sobre satélite desenvolvido pelo IFFluminense é apresentado em simpósio internacional

Polo de Inovação

O artigo descreve as experiências de alunos e professores do CRSEA do Polo de Inovação no desenvolvimento de softwares para satélite brasileiro que faz parte da missão espacial QB50.
por Comunicação Social da Reitoria publicado 17/11/2016 14h44, última modificação 23/11/2016 13h54
Rogério Atem durante apresentação no Simpósio de Aplicações Telemáticas

Rogério Atem durante apresentação no Simpósio de Aplicações Telemáticas

 O artigo intitulado "Developing and Testing Software for the 14-BISat Nanosatellite" foi apresentado pelo diretor do Polo de Inovação Campos dos Goytacazes (PICG), Rogério Atem, na seção especial mini satélites, do 4º Simpósio de Aplicações Telemáticas da International Federation of Automatic Control (IFAC), realizado de 07 a 09 de novembro, na Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O evento discutiu a importância das aplicações telemáticas no mundo atual e sua utilização na medicina, na comunicação, na educação e na parte industrial.

 De autoria dos professores Rogério Atem e Cedric Cordeiro e dos alunos Sara de Souza, Galba Arueira e Milena de Azevedo, o artigo é parte dos resultados da participação da equipe do Centro de Referência em Sistemas Embarcados e Aeroespaciais (CRSEA), do Polo de Inovação do IFFluminense, no desenvolvimento do software para o controle de uma das cargas científicas do 14-BISat nanossatélite, que faz parte da missão espacial internacional QB50, que visa estudar a Baixa Termosfera.

 A missão QB50 conta com satélites de mais de 30 países, que deverão ser lançados em fevereiro de 2017, sendo o Brasil o único do Cone Sul, representado pelo IFFluminense. De acordo com Rogério Atem, o satélite brasileiro 14-BISat, nome dado em homenagem ao primeiro avião a voar com motor próprio, desenvolvido pelo inventor brasileiro Santos Dumont, irá embarcar dois experimentos: um medidor de oxigênio desenvolvido pela Universidade Tecnológica de Dresden (Alemanha) e um Rádio Definido por Software, desenvolvido pelo IFFluminense em conjunto com a Universidade do Porto (Portugal) e a multinacional portuguesa Tekever SA.

 O Rádio proverá comunicação entre satélites e com as estações terrestres em alta velocidade e de maneira segura. A estação do IFFluminense é parte do projeto Rede Integrada Brasileira de Rastreamento de Satélites, financiado pela Agência Espacial Brasileira e desenvolvido integralmente pelo Instituto”, destaca Rogério.

 O diretor do Polo de Inovação diz que o artigo foi bem recebido no evento. “Houve interesse de pesquisadores da Alemanha que também trabalham com softwares embarcados em satélites e do Brasil que trabalham com softwares para a indústria, dado que as ferramentas desenvolvidas podem ser empregadas em outros ambientes além do espacial”, afirma Rogério.

 

 Comunicação Social da Reitoria