CAMPUS SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Santo Antônio de Pádua > Extensão > Projetos encerrados > Cineclube no Campus

Cineclube no Campus

por Alexandre Willian Dias Ferreira publicado 10/12/2015 13h08, última modificação 11/12/2015 13h57
O projeto pretende estimular alunos, servidores e sociedade para o debate.
Coordenador: Alexandre Willian Dias Ferreira
Colaboradora: Márcia Cristina dos Santos Pereira
Bolsista: Maria Ianne Evangelista Santos
Voluntária: Ana Cíntia da Silva Alves

O projeto Cineclube no Campus pretende aproximar a comunidade local e o IFFluminense, favorecendo o acesso ao entretenimento, lazer e cultura, estimulando a imaginação e a expressividade. O projeto em suas diversas atividades atende a um variado público, envolvendo alunos, servidores e comunidade externa - incluindo os alunos das escolas públicas da região. Entre as atividades do cineclube estão: exibições de filmes, curtas ou animações; debates e produção audiovisual.

O projeto foi estruturado em fase de implementação e fase de execução, sendo desenvolvido dentro dos limites do campus Pádua, utilizando principalmente o auditório para a exibição audiovisuais, estendendo-se para outros espaços para as demais atividades.

A primeira fase foi de ambientação da bolsista e voluntários participantes do projeto, definição do nome do cineclube e a criação da identidade visual, em conjunto com todos os envolvidos, além dos estudos sobre a história e a linguagem cinematográfica.

Na segunda fase de execução o cineclube é a de exibição de filmes para a comunidade. Durante o Fest FIC houve exibições de curtas-metragens adquirido no site www.curtanaescola.com.br, quando foram convidados os alunos da educação infantil das escolas públicas de Pádua. No dia 28 de outubro de 2015, o cineclube participou do Dia Internacional da Animação com exibição de animações nacionais e estrangeiras.

Através destas atividades pretende-se a sensibilização sobre a importância do cinema, aproximar a comunidade do campus e o campus da comunidade, minimizando essa dicotomia e, assim, transformar o campus em parte da comunidade e, por que não, em uma referência cultural e intelectual. Pretende estimular alunos, servidores e sociedade para o debate.