CAMPUS SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Santo Antônio de Pádua > Notícias > Evento reúne medalhistas e participantes da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep)

Notícias

Evento reúne medalhistas e participantes da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep)

Ensino da Matemática

A importância do ensino da matemática e suas aplicações foram os temas centrais do I Encontro Estadual PIC-OBMEP. A programação contou com palestras, oficinas e minicursos.
por Comunicação Social da Reitoria publicado 24/11/2016 15h37, última modificação 24/11/2016 16h25
Exibir carrossel de imagens Felipe Matos (ao centro) falou sobre a experiência de participar da Obmep

Felipe Matos (ao centro) falou sobre a experiência de participar da Obmep

 O Campus Santo Antônio de Pádua sediou na última quarta-feira, 23 de novembro de 2016, o I Encontro Estadual PIC-Obmep. O evento contou com a participação dos alunos do campus, da rede municipal e de outros municípios como Macaé, Bom Jesus do Itabapoana, Itaperuna e Campos dos Goytacazes. 

 A abertura do evento contou com a apresentação da Orquestra de Violões do Campus Campos Centro, e  a palestra do professor Marcelo Corrêa, coordenador regional da Obmep para a região RJ 01, que falou sobre os objetivos e desafios da Olimpíada, e sobre o perfil dos alunos medalhistas. " A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) já premiou mais de 45 mil estudantes do Brasil desde a sua primeira edição em 2005 e o Programa de Iniciação Científica jr (PIC) funciona como um incentivo aos alunos, que foram medalhistas ou receberam menção honrosa, de continuarem a aprimorar seus estudos", disse Marcelo, que exibiu alguns vídeos com a trajetórias de estudantes medalhistas país afora.

Trajetórias de sucesso, como a de Felipe Matos, estudante do Campus Pádua, três vezes medalhista na Obmep e bolsista do PIC. "A primeira vez que participei da prova fiquei bastante assustado e acabei não ganhando nada, mas os meus pais e professores começaram a me incentivar a estudar para a próxima prova e aí, no ano seguinte, ganhei a medalha de prata. Depois, nos anos consecutivos, ganhei ouro e bronze. A Obmep me mostrou que eu posso mais, só depende de mim", contou, orgulhoso, Felipe.

De acordo com o coordenador do Norte/Noroeste Fluminense do PIC-Obmep e professor do IFFluminense, Alex Cabral Barbosa, cerca de 80 estudantes do IFFluminense são bolsistas do PIC. "Nosso objetivo é fomentar e divulgar a matemática, termos mais adesão na Olímpida e conseguir inseri-la no calendário letivo”, ressalta. O professor ainda destacou que a escolha pelo local do evento se deve ao fato de que o município de Santo Antônio de Pádua conta com 11 medalhistas da Obmep, sendo dois do IFFluminense. 

"Completamos recentemente 1 ano e 9 meses de funcionamento e para nós é um orgulho receber esse encontro em nosso campus. Além dos alunos medalhistas, temos outros excelentes alunos, que se envolvem em projetos de extensão e vão muito além da sala de aula. Enquanto Institutos Federais, um dos nossos objetivos é colaborar para o desenvolvimento local e regional e, convictamente, é a partir de eventos como este da Obmep que atendemos a este objetivo", discursou o diretor-geral do Campus Santo Antônio de Pádua, Arthur Rezende. 

Saiba Mais: o Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC) é desenvolvido para atender aos alunos medalhistas da Obmep que têm encontros presenciais semanais com professores orientadores e também têm acesso a um fórum virtual no qual, com ajuda de moderadores, realizam tarefas complementares às aulas presenciais. Com isso, pretende-se despertar sua vocação científica, além de estimular a criatividade por meio do confronto com problemas interessantes da Matemática. O Programa é realizado por meio de uma rede nacional de professores orientadores e coordenadores distribuídos por todo o país, em escolas e universidades. Os professores orientadores pertencem a escolas públicas de educação básica, ou são alunos de cursos de licenciatura em Matemática.

 

Comunicação Social da Reitoria