Você está aqui: Página Inicial > Notícias > IFFluminense participa de curso promovido pelo Inpi

Notícias

IFFluminense participa de curso promovido pelo Inpi

Capacitação

Diretor de Inovação e Internacionalização e coordenador do NIT participa de curso promovido pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi).
por Comunicação Social da Reitoria publicado 23/08/2016 13h25, última modificação 23/08/2016 13h29
Exibir carrossel de imagens O diretor Henrique da Hora com o presidente do Inpi Luiz Otávio Pimentel

O diretor Henrique da Hora com o presidente do Inpi Luiz Otávio Pimentel

 O diretor de Inovação e Internacionalização e coordenador do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) do IFFluminense, Henrique da Hora, participou, na última quarta-feira, dia 18 de agosto, de curso de capacitação promovido pelo Inpi.

 O curso sobre “Estratégia Contratual, Propriedade Industrial e Novos Negócios no Sistema de Inovação”, realizado na sede do Inpi, no Rio de Janeiro, foi ministrado pelo presidente do Instituto, Luiz Otávio Pimental.

 "O mais interessante do curso não foi nem o conteúdo que foi tratado, que foi bastante útil, mas a oportunidade de ouvir o presidente do Inpi, que conversou com coordenadores e diretores de Inovação de diversas instituições, como UNESP, IPT, UFSCAR, para onde o Inpi caminhará nos próximos anos. Foi um momento único de aprendizado e definição de estratégias institucionais, e o IFFluminense estava lá”, afirma Henrique da Hora.

 Henrique ressalta, também, a importância da regulamentação do NIT e da capacitação constante dos servidores do Instituto. “O Núcleo de Inovação Tecnológica, regulamentado recentemente pelo Conselho Superior, é o órgão do IFFluminense responsável por conduzir e implementar a política de inovação institucional”, afirma, destacando que, com as atividades do Polo de Inovação acontecendo a pleno vapor, é necessário que a equipe gestora passe por atualizações regulares.

 “A formação constante dos nossos servidores é importante e estratégica para que o IFFluminense atenda ao dispositivo legal de pesquisa aplicada e de proximidade com as empresas, em prol do desenvolvimento local e regional”, conclui Henrique.


Comunicação Social da Reitoria