Você está aqui: Página Inicial > Reitoria > Notícias > Conif lança painel com ações da Rede Federal durante pandemia

Notícias

Conif lança painel com ações da Rede Federal durante pandemia

Covid-19

Painel traz diversas ações de ensino, pesquisa, extensão e inovação desenvolvidas pelas instituições da Rede Federal, incluindo o IFFluminense, para prevenção e combate ao novo coronavírus.
por Comunicação Social da Reitoria publicado 01/06/2020 11h00, última modificação 01/06/2020 14h58
Exibir carrossel de imagens Parque de Impressão 3D do IFF produz protetores faciais para profissionais de saúde de diversas regiões do estado do Rio de Janeiro

Parque de Impressão 3D do IFF produz protetores faciais para profissionais de saúde de diversas regiões do estado do Rio de Janeiro

 Produção de álcool (líquido e gel 70%) e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), desenvolvimento de aplicativos para acompanhamento da evolução do novo coronavírus (Covid-19) e para facilitar o comércio dos mais variados setores no contexto de isolamento social, além da doação de alimentos e kits de higiene.

 A lista resume uma série de projetos que – foram e ainda estão sendo colocados em prática – pelas instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, desde 11 de março de 2020, quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou a existência da pandemia de Covid-19.

 Com o objetivo de difundir as iniciativas dos 38 Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, dos dois Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefets) e do Colégio Pedro II, o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) lança, nesta segunda-feira, dia 1.º de junho, o Mapa “Rede Federal no Enfrentamento à Covid-19”.

 “Neste momento de pandemia, a Rede Federal segue se empenhando para contribuir com a sociedade, realizando as ações de ensino, pesquisa e extensão em conjunto com todos aqueles que necessitam, para amenizar os efeitos dessa crise", declara o presidente do Conif, Jadir Pela.

 Mapa – A primeira fase da plataforma mostra a contribuição de cada uma das instituições com a força-tarefa mundial para deter o número de contaminações, internações e óbitos.

 Um contador mostrará o quantitativo geral do que foi produzido pelas unidades como, por exemplo, mais de 153 mil litros de álcool em gel 70%, de 197 mil máscaras e a confecção de quase 66 mil protetores faciais.

 As atividades envolveram gestores, professores, estudantes, técnicos-administrativo e egressos, ademais de parcerias (públicas e privadas) e inúmeros voluntários da comunidade externa, que se uniram respeitando a suspensão das aulas em razão do isolamento social.

 O Mapa “Rede Federal no Enfrentamento à Covid-19” será aperfeiçoado ao longo dos próximos meses. A cada fase serão agregados novos dados que ficarão disponíveis para consulta ao público em geral, destacadamente, no que diz respeito à transparente aplicação dos recursos públicos destinados à Rede Federal compromissada com a educação pública, gratuita e de qualidade.

 Projeto – A plataforma foi viabilizada pelo Conif a partir de uma proposta do Instituto Federal de São Paulo (IFSP). De acordo com o reitor do Instituto, Eduardo Modena, a ideia apresentada levou em consideração layout e dados de mapas que já haviam sido criados por outras instituições da Rede.

 "Para toda a sociedade, é uma forma de mostrar que recursos para educação, não são gastos, mas sim, investimentos", Eduardo Modena, reitor do IFSP.

 “Esse trabalho é voltado para a comunidade acadêmica e para todos os brasileiros. Internamente, reafirmamos a importância do nosso modelo baseado no tripé ensino, pesquisa e extensão. Para toda a sociedade, é uma forma de mostrar que recursos para educação, não são gastos, mas sim, investimentos. E, enquanto instituições públicas, efetivamos um dos pilares da Administração Pública: o da publicidade”, diz Modena.

 Coube aos integrantes do Fórum dos Gestores de Tecnologia da Informação (Forti), a construção do Mapa “Rede Federal no Enfrentamento à Covid-19”. A coordenadora do Forti, Carla Pires, do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), explica que a construção do painel partiu de definições como: estrutura do sistema, descentralização, criação de usuários, alimentação das informações em cada instituição, dentre outros aspectos.

 “Nossa ideia é manter em constante evolução dois focos de desenvolvimento: tornar o sistema o mais flexível possível, com todos os aspectos configuráveis; e realizar melhorias de layout, levando em consideração as demandas que possam surgir. Ainda alinhados com o Conif, a possibilidade de viabilizarmos o mapeamento para outros nichos de ações produzidas pela Rede Federal, pensando já no momento pós-pandemia”, afirma Carla.

 Acesse o Mapa “Rede Federal no Enfrentamento à Covid-19”.

Confira, também, o Mapa de Ações "IFF na Prevenção e Combate ao Coronavírus"

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Conif