Você está aqui: Página Inicial > Reitoria > Notícias > Diretoria de Pós-graduação realiza primeira reunião com professores do doutorado

Notícias

Diretoria de Pós-graduação realiza primeira reunião com professores do doutorado

AmbHidro

Curso, na área de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, foi aprovado pela Capes em outubro deste ano. Primeira turma está prevista para o 1.° semestre de 2020.
por Comunicação Social da Reitoria publicado 19/11/2019 10h27, última modificação 21/11/2019 13h55
Exibir carrossel de imagens Diretoria de Pós-graduação realiza primeira reunião com professores do doutorado

Diretoria de Pós-graduação realiza primeira reunião com professores do doutorado

 Os professores do primeiro curso de doutorado profissional do Instituto Federal Fluminense, em Modelagem e Tecnologia para o Meio Ambiente Aplicadas em Recursos Hídricos (AmbHidro), participaram de uma reunião de imersão, nos dias 18 e 19 de novembro, promovida pela Diretoria de Pós-graduação do IFF.

 O encontro, realizado no auditório do Sicoob Fluminense, teve o objetivo de promover a integração entre os docentes, apresentar a estrutura do curso, seu modelo de gestão e planejar o Processo Seletivo para a primeira turma, que deverá ser iniciada no 1.º semestre de 2020.

 "É um primeiro momento de integração, para que todos os professores se conheçam, principalmente dentro do curso, que consigam se enxergar dentro do doutorado. Também falaremos sobre o modelo de gestão que usaremos e começaremos a planejar o processo seletivo para que o edital saia ainda este ano”, ressaltou a diretora de Pós-graduação do IFF, Simone Vasconcelos, informando que serão ofertadas cerca de 12 vagas para o curso, no Campus Campos Centro, com aulas práticas no Polo de Inovação. O dia e horário das aulas ainda serão definidos pelo colegiado, formado pelo corpo docente.

 O professor do Campus Macaé e coordenador do AmbHidro, Jader Lugon, destacou a importância deste primeiro contato com os professores. “Está sendo muito rico, cada um apresentando os projetos que já desenvolve dentro da área do doutorado e o que a gente vai poder fazer nos próximos anos, as parcerias que poderemos desenvolver”.

 Aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), em outubro deste ano, o doutorado profissional tem duas linhas de pesquisa: Modelagem para Meio Ambiente Aplicada a Recursos Hídricos e Tecnologia para Meio Ambiente Aplicada a Recursos Hídricos.

 Jader destacou que o doutorado cumpre um importante papel no Instituto, na verticalização do ensino, proporcionando uma formação completa para o estudante, desde os cursos técnicos, de graduação até a pós-graduação e vem preencher uma lacuna existente na região.

 “Termos um curso dessa qualidade, nesse nível, sobre recursos hídricos, vai trazer soluções para os vários empreendimentos empresarias que temos na região e para o próprio órgão governamental que regula, fiscaliza e trabalha no acompanhamento dessas atividades. Os recursos hídricos são o grande desafio da humanidade, então a gente ultrapassa as questões regionais e pensa em termos de país, em termos de internacionalização também, pois isso está na pauta mundial como um desafio”, afirmou o coordenador.

 Participaram do encontro os professores Vicente de Oliveira, Simone Vasconcelos, Jader Lugon, Adriano Ferrarez, Daniela Bogado, Tiago Araújo e Rogério Atem, do IFFluminense, e os professores colaboradores Silva Neto, do Instituto Politécnico da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (IPRJ/Uerj), Elias Fernandes de Souza, da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), e Leonardo Campaneli, do Instituto Estadual do Ambiente (Inea).