Você está aqui: Página Inicial > Reitoria > Notícias > Estudantes do Mestrado em Ensino de Física participam de Semana de C&T

Notícias

Estudantes do Mestrado em Ensino de Física participam de Semana de C&T

Ciência e Tecnologia

Evento realizado pela Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes acontece de 25 a 27 de outubro de 2017.
por Comunicação Social da Reitoria publicado 26/10/2017 18h34, última modificação 27/10/2017 11h28
Show image carousel Interação entre os estudantes do Mestrado e alunos da Educação Básica.

Interação entre os estudantes do Mestrado e alunos da Educação Básica.

 Alunos do Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física do IFFluminense, em parceria com bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid), bolsistas de Projetos de Extensão e do Programa de Educação Tutorial (PET), participam da VI Semana Municipal de Ciência e Tecnologia de Campos dos Goytacazes, no período de 25 a 27 de outubro de 2017, no Jardim São Benedito.

 Eles estão apresentando diversos experimentos que abordam conceitos das áreas de Física, Química e Matemática com o objetivo de contribuir para a disseminação do conhecimento científico da comunidade como um todo. O evento ainda contou com a presença do reitor do IFFluminense, Jefferson Manhães de Azevedo, e do prefeito de Campos, Rafael Diniz, além de secretários municipais.

 A professora Renata Caldas, coordenadora do Mestrado, enfatiza que a parceria entre o programa de mestrado e os programas institucionais federais, tais como Pibid e PET, vem ao encontro da proposta da Capes que desde 2000 incentiva a articulação da pós-graduação com o Ensino Básico.

 “A partir da criação, em 2002, dos primeiros Mestrados Profissionais em Ensino, na Área de Ensino de Ciências e Matemática, há um incentivo para ações que alcancem a Educação Básica. Acredita-se que os mestrados profissionais têm maior potencial de impacto na Educação Básica porque estão dirigidos a problemas de sala de aula como, por exemplo, o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação, a atualização dos conteúdos curriculares, o abandono do ensino expositivo tradicional em favor de atividades colaborativas, de uma abordagem centrada no aluno", conclui.