Você está aqui: Página Inicial > Reitoria > Notícias > Ex-presidente Lula visita o Instituto Federal Fluminense

Notícias

Ex-presidente Lula visita o Instituto Federal Fluminense

Lula pelo Brasil

Em caravana pelo Estado do Rio de janeiro, o ex-presidente Lula visitou o Campus Campos Centro do Instituto Federal Fluminense, no dia 6 de dezembro.
por Comunicação Social da Reitoria publicado 08/12/2017 15h27, última modificação 09/12/2017 16h26
Show image carousel Lula com estudantes da Licenciatura em Teatro

Lula com estudantes da Licenciatura em Teatro

 A Caravana Lula Pelo Brasil passou pelo município de Campos dos Goytacazes, nos dias 5 e 6 de dezembro de 2017. No dia 06, o ex-presidente Lula, acompanhado do senador Lindbergh Farias,  do Deputado Luiz Sérgio e assessores, visitou o Campus Campos Centro do Instituto Federal Fluminense. O reitor do IFF, Jefferson de Azevedo, o diretor-geral do Campus Centro, Carlos Alberto Henriques e demais dirigentes da instituição receberam a comitiva do ex-presidente.

 Durante a visita, Lula conheceu os laboratórios de mecânica, o ginásio poliesportivo  e conversou com estudantes e servidores. "É maravilhoso ver que tantos jovens estão tendo a oportunidade de estudar numa instituição como essa sem pagar por isso. As universidades do Rio estão quase todas caindo aos pedaços! Precisamos nos preocupar com isso! Precisamos avançar ainda mais com a educação no Brasil", disse o ex-presidente.

 "Nós temos dois ex-presidentes que, de fato, trataram a educação profissional como política pública para o processo de transformação do Brasil. Um foi o Nilo Peçanha, campista, que iniciou toda a Rede Federal, e o segundo foi o presidente Lula, que levou esta Rede para o interior do país, alcançando os jovens, filhos de trabalhadores, num país que muitas vezes só olhava para o seu litoral e as grandes cidades. Além disso, os institutos federais ganharam uma nova estatura. Hoje, um jovem que entra aqui num curso técnico pode sair daqui com seu mestrado ou doutorado. Isso se deve a esse olhar diferenciado que foi dado à educação profissional", disse o reitor do IFF, Jefferson de Azevedo.