Você está aqui: Página Inicial > Reitoria > Notícias > Servidores participam de palestra sobre Acompanhamento Interdisciplinar para Permanência e Êxito

Notícias

Servidores participam de palestra sobre Acompanhamento Interdisciplinar para Permanência e Êxito

Evento

Membros das equipes de Assistência Estudantil e Ensino dos campi e Reitoria do IFF estiveram presentes no evento.
por Comunicação Social da Reitoria publicado 27/04/2018 09h59, última modificação 27/04/2018 10h52
Exibir carrossel de imagens A palestra foi ministrada pelo professor da Uerj, Ney Luiz Teixeira.

A palestra foi ministrada pelo professor da Uerj, Ney Luiz Teixeira.

 Servidores do Instituto Federal Fluminense (IFF) participaram, no dia 26 de abril, da palestra “A importância do trabalho de acompanhamento interdisciplinar para a permanência e êxito dos estudantes do IFF”. O evento, promovido pela Diretoria de Políticas Estudantis, Culturais e Esportivas (Dipece), ocorreu no auditório Miguel Ramalho, do Campus Campos Centro.

 A iniciativa, componente das ações do Plano Estratégico de Permanência e Êxito dos Estudantes do IFFluminense, desenvolvidas pela Dipece em parceria com a Pró-reitoria de Ensino (Proen), teve como objetivo dar prosseguimento ao trabalho de fortalecimento das equipes de apoio ao estudante. A palestra foi ministrada pelo professor da Faculdade de Serviço Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Ney Luiz Teixeira.

 O professor Ney explica que “as políticas sociais têm ampliado o conjunto de profissionais que são necessários para implementar os seus serviços e garantir os direitos sociais da população. A política de educação, que historicamente sempre esteve muito restrita ao trabalho de profissionais ligados ao campo do ensino/aprendizado, em suas formações específicas, vive um movimento, a partir da assistência estudantil, de ampliação do leque de trabalhadores, com a contratação de psicólogos e assistentes sociais”.

 O palestrante acrescenta que “a presença dos profissionais não só contribui para o âmbito específico da assistência estudantil, mas também para a educação de uma maneira mais ampla, relacionando o acesso à educação às outras políticas públicas como saúde, transporte, moradia, saneamento, e como o acompanhamento, trajetória profissional e campo disciplinar desses profissionais contribuem para pensar o processo de formação dos estudantes da educação profissional e tecnológica, para que ela ocorra de uma maneira mais integral”, ressalta.

 A assistente social e coordenadora de Políticas Estudantis da Dipece, Márcia Chrysóstomo, afirma que esse evento representa o segundo momento de um trabalho que começou no ano passado: “nós fizemos um curso de capacitação para os assistentes sociais com o professor Ney, com o foco na intervenção do serviço social nos trabalhos de equipe. Para a palestra, nós convidamos toda a equipe técnica, que trabalha na assistência estudantil e no acompanhamento dos alunos, para falar sobre interdisciplinaridade e a importância do trabalho interdisciplinar, porque entendemos que a assistência estudantil não é apenas a concessão de bolsas e auxílios, mas também o acompanhamento desses alunos com trabalhos de monitoria, encaminhamentos para a Rede, quando necessário, para que eles permaneçam e tenham êxito”, finaliza.