PORTAL DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

Você está aqui: Página Inicial > Tecnologia da Informação e Comunicação > Dicas de Segurança

Dicas de Segurança

por Rebeca Campanha publicado 05/04/2018 12h49, última modificação 16/10/2018 12h26

A Internet é uma ferramenta essencial para a realização das mais rotineiras tarefas do cotidiano dos servidores do IFFluminense, auxiliando tanto na realização das atividades relacionadas ao trabalho quanto na comunicação com a comunidade externa. Provavelmente, seria difícil a realização de tais tarefas sem as facilidades oferecidas por esta tecnologia.

Por estes motivos e pelo fato de passarmos grande parte do nosso tempo utilizando a internet para os mais diversos assuntos é que devemos levar para o ambiente virtual os mesmos cuidados e  preocupações que temos no dia a dia.

Para tentar reduzir os riscos e se proteger durante a navegação na internet é importante adotar uma postura preventiva de forma que a atenção com a segurança seja um hábito incorporado à rotina. A DGTI orienta algumas dicas úteis para se proteger de fraudes e navegar de forma segura.


1- Mantenha seu computador atualizado e protegido

Verifique se o seu computador ou dispositivo móvel possui um sistema operacional atualizado e se possui sistemas de proteção como firewall pessoal ativado e antivírus atualizado. As atualizações tanto do sistema quanto do programa antivírus são importantes para proteger a máquina de milhares de novas ameaças que surgem diariamente. De preferência, execute uma varredura completa no dispositivo antes de realizar suas rotinas de trabalho. Se existir algum vírus, não é seguro acessar aplicativos, contas de e-mail, sistemas governamentais ou institucionais. Neste caso, solicite ajuda da equipe de TI do seu campus para garantir a proteção de sua máquina.


2- Use navegadores confiáveis para acesso à internet

Todos os principais browsers que permitem acesso à internet  como Mozilla Firefox, Google Chrome, Apple Safari, Internet Explorer, entre outros, têm atualizações automáticas que oferecem mais proteção contra sites utilizados em golpes de phishing e vírus. Mantenha-os sempre atualizados.


3- Cuidado com links maliciosos

Evite clicar em links recebidos por e-mail ou por mensagem instantânea, principalmente se o remetente for desconhecido pois, ao clicar nessas mensagens, você pode ser direcionado a uma página falsa, ou instalar automaticamente softwares maliciosos. Antes disso, analise as características do e-mail recebido a fim de verificar se não se trata de um golpe. Outra forma de se proteger é não seguir o link enviado na mensagem, mas sim digitar diretamente no seu navegador o endereço da página da empresa ou órgão a que o e-mail se refere. Uma visita ao site do remetente pode alertá-lo sobre o golpe que você acabou de receber por e-mail.


4- Verifique se o site oferece comunicação segura

Ao acessar sites que solicitem autenticação via usuário e senha, verifique se é oferecida uma conexão segura, isto é, se o endereço da página é exibido no navegador seguindo o formato "https://www.exemplo.com.br" (ao invés de http://), com o ícone de um cadeado do lado esquerdo.

O protocolo HTTPS insere uma camada de proteção na transmissão de dados entre seu computador e o servidor que hospeda a página acessada, transformando a conexão em criptografada. Desta forma é possível evitar o acesso a senhas e outras informações sensíveis, aumentando o nível de proteção dos dados.


5- Tenha cuidado ao utilizar redes sem fio públicas

As redes sem fio públicas, isto é, aquelas que não exigem autenticação para se conectar, são locais inseguros uma vez que os dados que trafegam por ela não são criptografados. Desta forma, é possível que informações sejam interceptadas por outros computadores e alguém pode ter acesso a seus dados pessoais e financeiros, ou direcionar o acesso a uma página falsa e instalar programas maliciosos automaticamente.

Se possível, evite usar estas redes para acessar o Internet Bankingcontas de e-mail, sistemas governamentais ou institucionais.


6- Cuidado ao compartilhar notícias e informações

Fake news, hoax ou boato são notícias falsas que circulam pela Internet e muitas pessoas compartilham sem saber, acreditando estar auxiliando os demais. Este comportamento, no entanto ajuda a disseminar desinformação e a  fortalecer boatos, prejudicando a imprensa real e a cobertura de notícias relevantes. Por estes motivos, saber identificar uma notícia falsa é fundamental para não propagar dados incorretos ou mentiras.

  • Sempre confira se a fonte da notícia é confiável.
  • Desconfie de títulos apelativos; na dúvida leia a notícia inteira e verifique se é condizente com o título, se a história tem coerência e se o texto apresenta erros de escrita, excesso de adjetivos, ou foge do padrão de reportagem.
  • Atente-se para a data da notícia, pois a mesma pode estar desatualizada.
  • Verifique se a autoria é real e se tem credibilidade.
  • Avalie se seus valores e crenças próprias estão afetando seu julgamento sobre a notícia a ser compartilhada.
  • Consulte outras fontes; uma rápida busca na Internet pode informar se o assunto é real ou boato.

 

Para mais dicas sobre como identificar e evitar a disseminação de fake news, acesse aqui e aqui as páginas disponibilizadas pela Diretoria de Segurança da Informação da UFRJ.

 

7- Outras informações

Para mais informações, o Comitê Gestor da Internet no Brasil oferece uma série de animações que informam e esclarecem sobre os perigos aos quais os usuários estão expostos e dão dicas de como navegar com mais segurança na rede. Os vídeos, fruto da Comissão de Trabalho Anti-spam, podem ser acessados aqui.

Complementando as dicas, o Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil disponibiliza uma Cartilha de Segurança para Internet com diversas informações importantes sobre como navegar de forma segura e evitar ataques maliciosos no ambiente virtual. Acesse a cartilha aqui.