CAMPUS BOM JESUS DO ITABAPOANA

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Bom Jesus do Itabapoana > Notícias > Campus Bom Jesus entrega máscaras de proteção produzidas pelo IFF a hospital da cidade

Notícias

Campus Bom Jesus entrega máscaras de proteção produzidas pelo IFF a hospital da cidade

Covid-19

A instituição recebeu 30 máscaras produzidas pelo Instituto Federal Fluminense para profissionais de saúde.
por Comunicação Social do Campus Bom Jesus do Itabapoana publicado 09/04/2020 15h45, última modificação 09/04/2020 16h18
Show image carousel A entrega foi realizada pelo diretor de Pesquisa, Inovação e Extensão do Campus Bom Jesus, professor Daniel Coelho.

A entrega foi realizada pelo diretor de Pesquisa, Inovação e Extensão do Campus Bom Jesus, professor Daniel Coelho.

A necessidade de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para profissionais de saúde nesse momento de pandemia da Covid-19, causada pelo novo coronavírus, foi o que motivou o Instituto Federal Fluminense (IFF) a colocar conhecimento e suas impressoras 3D à disposição da sociedade para a produção de máscaras de proteção que serão doadas a instituições de saúde. O Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), que atende à população de Bom Jesus do Itabapoana e região, recebeu nessa quarta-feira, dia 08 de abril, 30 máscaras produzidas pelo IFF. Hospitais de municípios vizinhos também já fizeram a solicitação e aguardam o recebimento dos EPIs.

O dr. Davson de Oliveira Ney, médico há 45 anos e atual presidente do Hospital São Vicente de Paulo, agradeceu pela doação. “Quero agradecer ao IFF pela colaboração das máscaras que nos foram doadas e deixar meu sincero agradecimento em nome do hospital e da comunidade de Bom Jesus”, disse. “O uso desse material vai ser de bom agrado à nossa comunidade”, acrescentou Roney Corrêa Ribeiro, presidente do Conselho do Centro Pró-melhoramento de Bom Jesus do Itabapoana, mantenedor do hospital.

A diretora de Assistência Integral na Formação do Estudante do IFF Bom Jesus, Maria Márcia Ramos, iniciou o contato com o hospital e secretarias de saúde da região e solicitou as doações à reitoria do Instituto. “Estamos na expectativa de que as prefeituras de Bom Jesus do Itabapoana, São José do Calçado, Apiacá e Bom Jesus do Norte também recebam as máscaras”, afirma. Ela destacou a importância da parceria com o HSVP, que atende alunos do campus quando necessitam de atendimento médico.

A entrega foi realizada pelo diretor de Pesquisa, Inovação e Extensão do Campus Bom Jesus, professor Daniel Coelho, que na ocasião representou o diretor-geral Carlos Freitas.

Produção - As máscaras estão sendo produzidas no parque de impressão montado no Campus Campos Centro, que tem capacidade para imprimir até 200 máscaras por dia com otimização da produção e trabalho durante 24 horas com equipes divididas por períodos. Atualmente a média de impressões diárias é de 64 protetores faciais. Há, contudo, necessidade de doações de matérias-primas, tais como filamento plástico para impressora 3D, folha de acetato cristal (acima de 30 micras) ou plástico para plastificação (espessura mínima de 0,07), elástico para suporte (espessura mínima 10mm), power glue pritt (sem solvente) ou adesivo líquido A Bond para impressora 3D ABS PLA.

Como ajudar com matéria-prima e como solicitar doação de protetores faciais

 Os agendamentos de doações de materiais para impressão das máscaras e os pedidos de doação de EPIs para instituições que integram o Sistema Único de Saúde (SUS) no atendimento a pacientes devem ser encaminhados para o e-mail reitoria@iff.edu.br.

 O chefe de gabinete da Reitoria do IFF, Maurício Guimarães Vicente, destaca a necessidade e importância das doações para que o trabalho de impressão dos protetores de face no IFF continue a todo vapor. “Com as doações, poderemos produzir com o máximo da capacidade do parque de impressão, sem necessidade de interrupção dos trabalhos, otimizando a utilização dos equipamentos, dos recursos humanos envolvidos e do tempo disponível, com o nobre propósito de ajudar na batalha contra a Covid-19”.

 De acordo com Maurício, as máscaras de proteção produzidas são destinadas inicialmente a instituições de saúde em cidades onde o IFF está presente, mas também podem ser atendidos estabelecimentos fora desse eixo. "A princípio estamos priorizando demandas de locais onde o IFF tem unidade. Dependendo das possibilidades de produção e da quantidade de máscaras solicitadas em cada pedido, se não for um número muito alto, poderemos atender outros lugares", avalia.

Acompanhe as ações do IFF na prevenção do Coronavírus AQUI.