CAMPUS MARICÁ

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Maricá > Pesquisa > Corpo na/da escola: qual o lugar do corpo que pensa, sente, (se) afeta e (se) manifesta?

Corpo na/da escola: qual o lugar do corpo que pensa, sente, (se) afeta e (se) manifesta?

por - publicado 13/09/2017 14h17, última modificação 13/09/2017 14h33
PROFESSORA: Regiane De Souza Costa

RESUMO: O presente projeto tem como objetivo interrogar o que pode um corpo na/da escola, discutindo as possibilidades de manifestação corporal nos processos formativos. Para aprofundarmos esta questão,consideraremos as referências teóricas que sinalizam a subtração do tempo livre, a inatividade corporal/física, a padronização do tempo e daquilo a ser feito nele, a dicotomia (separação) corpo e mente, e a naturalização cultural dos jeitos” de ser/estar no mundo. Os instrumentos de pesquisa a serem utilizados serão: leitura e discussão de textos, roda de conversa, breve formação sobre metodologia de pesquisa em Educação, elaboração, aplicação e tabulação de questionários, produção e realização de entrevistas, vivência e sistematização de relatos orais, através de produção de vídeos. O público com o qual nos relacionaremos – pesquisaremos – será o juvenil, correspondendo à faixa etária entre 14 e 18 anos das escolas municipais de Maricá e do IFFluminense, Campus Avançado Maricá. Pretendendo conhecer, discutir e construir algo outro‟ (novo ou não), este projeto traz consigo a preocupação com o homem integral, multifacetado, ou seja, composto por múltiplas dimensões formativas que precisam se harmonizar; não se sobrepor, como observado na trama da história, onde o corpo, o movimento, o manifestar-se livremente têm sido deixados de lado”.

registrado em: