Você está aqui: Página Inicial > Reitoria > Notícias > IFFluminense inicia implementação do Processo Eletrônico Nacional

Notícias

IFFluminense inicia implementação do Processo Eletrônico Nacional

PEN

Medida foi estabelecida pelo Decreto N.° 8.539, de 8 de outubro de 2015, e visa o uso do meio eletrônico para realização dos processos administrativos.
por Comunicação Social da Reitoria publicado 30/10/2017 14h45, última modificação 31/10/2017 11h56

 O Instituto Federal Fluminense iniciou a implementação do Processo Eletrônico Nacional (PEN). A medida é reflexo do Decreto N.° 8.539, de 8 de outubro de 2015, que define o uso do meio eletrônico para realização dos procedimentos administrativos.

 Desta forma, busca-se a modernização dos processos, mais transparência dos atos de gestão e facilidades de arquivamento, além da economia de papel. O decreto estabeleceu um prazo de dois anos para a adequação ao novo sistema.

 Segundo o pró-reitor de Desenvolvimento Institucional do IFF, José Luiz Sanguedo Boynard, a implementação tem sido uma demanda recorrente da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. "Dessa forma, devido à premência dos prazos, montamos comissão com representantes de todas as Pró-reitorias e das Diretorias Sistêmicas e definimos como estratégia, para atender ao Ministério, começar pela Reitoria com alguns documentos (memorandos, ofícios e portarias), utilizando a plataforma SUAP". Boynard ainda acrescenta que em um momento mais adiante, a plataforma Sigepe será utilizada para requerimentos de pessoal. Após estas etapas, a perspectiva é estender as medidas para os campi, como forma de adoção ao processo eletrônico.

 Para o diretor de Gestão de Tecnologia da Informação do IFFluminense, Ronaldo Amaral, "a implantação do Processo Eletrônico Nacional proporcionará uma modernização nas rotinas administrativas reduzindo o uso de papel como suporte físico para documentos institucionais, bem como uma redução de custos e agilidade na recuperação das informações", disse, complementando que "a plataforma a ser utilizada no PEN será o SUAP, por meio de dois novos módulos: o Documento Eletrônico e Protocolo Eletrônico, o que proporcionará aos servidores o uso de um ambiente integrado as demais rotinas administrativas já informatizadas."

 Saiba maisO Processo Eletrônico Nacional (PEN) é uma iniciativa conjunta de órgãos e entidades de diversas esferas da administração pública, com o intuito de construir uma infraestrutura pública de processos e documentos administrativos eletrônicos, objetivando a melhoria no desempenho dos processos do setor público, com ganhos em agilidade, produtividade, transparência, satisfação do usuário e redução de custos.