Você está aqui: Página Inicial > Reitoria > Notícias > Servidores do IFF podem submeter projetos de extensão para 2021

Notícias

Servidores do IFF podem submeter projetos de extensão para 2021

Seleção

Também serão concedidas bolsas de extensão para estudantes de cursos técnicos e superiores.
por Comunicação Social da Reitoria publicado 28/12/2020 18h20, última modificação 29/12/2020 20h30
Em março, estudantes do IFF poderão se candidatar a bolsas dos projetos selecionados (Arte: Lionel Mota).

Em março, estudantes do IFF poderão se candidatar a bolsas dos projetos selecionados (Arte: Lionel Mota).

 A Pró-reitoria de Extensão, Cultura, Esportes e Diversidade do IFF (Proex) divulgou o Edital N.º 141/2020, que trata do Processo de Seleção de Projetos e de Estudantes Bolsistas de Extensão, para o período de vigência de abril a dezembro de 2021.

 Podem submeter novos projetos ou solicitar renovação dos já vigentes, servidores em exercício ou aposentados do IFF por meio do Módulo de Pesquisa e Extensão do Sistema Unificado de Administração Pública (Suap), no período 04 de janeiro a 14 de fevereiro de 2021.

 Os projetos serão preenchidos online e devem conter:       

Título; Objetivos Geral e Específico;
Resumo; Metodologia da Execução;
Palavras-chaves; Resultados esperados;
Introdução; Referências bibliográficas;
Justificativa; Viabilidade de execução.
Fundamentação teórica;

 Ao submeter sua proposta, o coordenador deve ter seu currículo Lattes atualizado há, no máximo, seis meses. De acordo com o Art. 22 do Edital N.º 141, para o ano de 2021, o número de projetos institucionais submetidos aos editais do IFF é limitado a dois por proponente, desde que sejam de modalidades distintas (pesquisa, extensão e ensino). 

 “O proponente pode participar do Edital N.° 141/2020, submetendo um projeto de extensão, e participar também do Edital N.° 140/2020, submetendo um projeto cultural. Respeitando sempre o limite de dois projetos no todo”, explica Jonas Defante, coordenador de Políticas Culturais e Diversidade da Proex.

 A seleção dos projetos que farão jus às bolsas ficará a cargo da Câmara de Extensão do Instituto e de uma comissão composta por avaliadores externos, nomeada por portaria. Serão utilizados, entre outros, os seguintes critérios para avaliação: (I) Articulação entre ensino e/ou pesquisa; (II) Impacto na formação do estudante; (III) Orientação quanto a um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - Agenda 2030 ONU; (IV) Experiência do coordenador em projetos de pesquisa/extensão.

 “Os projetos aprovados pelos avaliadores serão ranqueados, garantindo o fomento de bolsas para estudantes em, no mínimo, dois projetos por campus/unidade administrativa do IFF”, complementa Jonas.

 O Resultado Final está previsto para ser divulgado no dia 05 de março para, em seguida, ser realizada a seleção dos estudantes bolsistas.

Bolsas para Estudantes

 As modalidades de bolsas concedidas por meio deste Edital são:

I - Ext-12: Bolsas de Extensão concedidas a estudantes de cursos técnicos de nível médio (12 horas semanais);

II - Ext-20: Bolsas de Extensão concedidas a estudantes de cursos superiores (20 horas semanais).

 As inscrições deverão ser realizadas online pelo estudante, no Módulo de Pesquisa e Extensão do Sistema Unificado de Administração Pública (Suap), no período 06 a 14 de março. A seleção dos bolsistas será de 15 a 26 de março e o resultado divulgado no dia 30. Não foi anunciado o quantitativo de bolsas a serem concedidas pois, segundo a Proex, serão avaliadas a demanda institucional dos projetos e a disponibilidade financeira para atender ao maior número possível de projetos.

 O início das atividades está previsto para 01 de abril e todas as informações podem ser acompanhadas pelo Portal de Seleções. 

Agenda 2030:

 Tanto o edital de Projetos de Extensão, quanto o de Cultura e Diversidade, são ações que visam a contribuir para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) relacionados à Agenda 2030 da ONU, ao estimular atividades e a participação das pessoas no enfrentamento de desafios de desenvolvimento que atingem pessoas no Brasil e no mundo, tais como agricultura sustentável, igualdade de gênero e redução das desigualdades. Saiba mais AQUI.