Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Bolsistas de Fomento ao Empreendedorismo apresentam andamento de seus projetos

Notícias

Bolsistas de Fomento ao Empreendedorismo apresentam andamento de seus projetos

Empreendedorismo

Estudantes do IFFluminense passaram por um período de pré-incubação na Tec Campos para transformar suas ideias em negócios viáveis.
por Comunicação Social da Reitoria publicado 16/02/2017 15h26, última modificação 18/02/2017 13h34
Show image carousel Estudantes durante reunião com o diretor Henrique da Hora

Estudantes durante reunião com o diretor Henrique da Hora

 A Diretoria de Internacionalização e Inovação do IFF realizou, na tarde desta quarta-feira, dia 15 de fevereiro, uma reunião com os bolsistas de Empreendedorismo para acompanhar o andamento dos projetos de fundação de micro e pequenas empresas inovadoras e criação de empresas juniores.

 Os bolsistas foram selecionados por meio de edital, no ano passado, para o Programa de Pré-incubação de Empresas da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Campos (Tec Campos) ou apoio à fundação de empresas juniores. Os 11 estudantes selecionados fizeram o Curso de Plano de Negócios, realizado de agosto a dezembro de 2016, na Tec Campos, com o objetivo de transformar suas ideias em um negócio viável.

 Aluno do 4° período do Curso de Engenharia de Controle e Automação do Campus Campos Centro, o bolsista Thiago Pessanha está trabalhando na construção de uma impressora 3D junto aos colegas de turma Mateus da Silva e Vinícius Parente. Eles pretendem criar uma empresa para oferecer serviços de impressão 3D e, futuramente, fabricar impressoras para venda. “É um nicho de mercado que está em alta e que não temos em nossa região”, destaca Thiago, acrescentando que a pré-incubação foi importante por trazer ensinamentos sobre planejamento e pesquisa de mercado, com foco na gestão e apresentação da empresa.

 O bolsista Ederson Silva, aluno do 7° período do Curso de Sistemas de Informação do Campus Itaperuna, fundou com outros 15 estudantes a primeira empresa júnior do campus, da qual é o presidente. “A empresa atuará no desenvolvimento de aplicativos móveis para dispositivos Android. A pré-incubação nos deu uma visão de mercado, contribuiu para o desenvolvimento de nossa identidade como empresa júnior e nos ajudou a encontrar um caminho dentro das possibilidades que a área de Sistemas de Informação oferece”, ressalta Ederson.

 O diretor de Internacionalização e Inovação, Henrique da Hora, destaca que os empreendedores são capazes de mudar a realidade de uma região e que esse é o objetivo do programa de fomento ao empreendedorismo.

 "Não devemos só formar alunos para serem empregados de grandes empresas, mas também formar alunos que fundem grandes empresas. Temos excelentes estudantes com habilidades técnicas, o que não significa que eles já tenham desenvolvido excelentes habilidades como empresários, então este programa, que passa pelo período de amadurecimento de uma ideia até ser viável como negócio para posterior incubação, é muito profícuo para essa transição profissional dos nossos estudantes, para empresário de sucesso", afirma Henrique.

 

 Comunicação Social da Reitoria