Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Construção do PDI tem início no IFFluminense

Notícias

Construção do PDI tem início no IFFluminense

Plano de Desenvolvimento Institucional

Durante dois anos, o documento norteador do desenvolvimento institucional será elaborado de forma coletiva. A cerimônia de lançamento do processo de construção foi realizada na última sexta-feira, 16 de setembro de 2016.
por Comunicação Social da Reitoria publicado 19/09/2016 17h59, última modificação 19/09/2016 18h15
Exibir carrossel de imagens Ao lado de Carlos Artur (centro), os palestrantes Antonio (à esquerda) e Andrei (à direita).

Ao lado de Carlos Artur (centro), os palestrantes Antonio (à esquerda) e Andrei (à direita).

 O lançamento do processo de construção do Plano de Desenvolvimento Institucional do IFFluminense (PDI) foi realizado na sexta-feira, 16 de setembro de 2016, no auditório do Campus Campos Guarus. A cerimônia contou com apresentação da Orquestra de Violões do Campus Campos Centro e de uma apresentação da esquete teatral “A Família Perfeita”, do Grupo de Teatro formado por alunos do Campus Centro.

 Para ambientar os servidores e estudantes presentes no auditório sobre o que é o documento, sua importância e os seus fluxos de construção, foram realizadas duas palestras sobre o trabalho realizado em outras instituições: uma com o pró-reitor de Planejamento da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Antônio Roberto Coelho Serra; e a outra com o pró-reitor de Desenvolvimento Institucional do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Andrei Cavalheiro.

 Os palestrantes foram apresentados pelo diretor de Planejamento Estratégico do IFFluminense, Carlos Artur Arêas, que também mediou as perguntas da plateia presente. Os palestrantes apresentaram as metodologias e dinâmicas utilizadas para a construção do documento e destacaram que a discussão do PDI deve envolver todas as representações, avaliando contextos e cenários e sendo um verdadeiro exercício de reflexão. Ambos ressaltaram, ainda, o empoderamento e a importância das pessoas se verem representadas no documento.

 O Plano de Desenvolvimento Institucional é um documento oficial, exigido pelo Ministério da Educação (MEC), e que caracteriza a identidade institucional, definindo sua missão, planejamento estratégico, diretrizes e políticas para o crescimento e alcance dos objetivos para um período de cinco anos. Com o trabalho coordenado pela Pró-reitoria de Desenvolvimento Institucional do IFFluminense, será construído em dois anos, por meio de uma série de reuniões, grupos de trabalho, entre outras ações.

 Carlos Artur ressaltou que o PDI não é um documento “frio”, que será feito com pouca gente. “Ele será eficiente o quanto nós desejarmos e terá tanta relevância quanto nós conseguirmos. É muito comum, nessas etapas de planejamento, trazer especialistas para falar, por isso o convite aos palestrantes de hoje. Para se construir um projeto de PDI, mais do que ser especialista em método, é preciso ter muito conteúdo, é preciso conhecer a história da instituição, é preciso ser um gestor responsável para tratar desta aplicação. Não basta vir aqui, trazer um grande especialista em planejamento para, durante uma semana, ouvir a todos e achar que o documento poderá ser produzido”.

 O reitor do IFFluminense, Jefferson Manhães de Azevedo, destacou que a criação do documento é um momento importante que precisa do envolvimento de todos. “A escola que estamos construindo é uma escola desafiadora, uma escola diferente, que tem que ser pertinente na vida dos estudantes.” Jefferson ainda falou do potencial e potencialidades da instituição, “seja do ponto de vista da horizontalidade e diversidade da oferta, seja do ponto de vista da verticalidade, das possibilidades de acesso de uma pessoa sem a formação escolar regular, até a possibilidade de um doutorado em uma mesma instituição. Isso é muito difícil de compreender. Mas nós vamos precisar, a partir deste momento, de convergir algumas das nossas ideias”, continuou acrescentando que “os IFs têm um arcabouço legal que os identifica e os une, mas cada um com sua singularidade, assim como os campi dentro de um mesmo instituto, cada qual com suas particularidades. Este é o desafio de um planejamento estratégico, de uma instituição com tantas potencialidades, de um Brasil e uma região com tantas demandas e diversidade, mas nós precisamos definir qual a nossa compreensão desta instituição e qual o papel dela frente a esta sociedade. Ela tem que ser o reflexo de cada um na relação com o outro, construindo um projeto em conjunto, e isso não é fácil”, enfatizou.

 Estiveram presentes no evento, além de estudantes, servidores e gestores, o pró-reitor de Desenvolvimento Institucional, José Luiz Boynard e o diretor do Campus Campos Guarus, Christiano Leal.

 

Comunicação Social da Reitoria