MESTRADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL

Você está aqui: Página Inicial > Pesquisa > Pós-graduação Stricto Sensu > Mestrado em Engenharia Ambiental > Dissertações de Mestrado > 2012 > Aplicação de Métodos de Avaliação de Qualidade de Água Para Investigação da Viabilidade da Implantação da Ostreicultura no Baixo Curso do Rio São João

Aplicação de Métodos de Avaliação de Qualidade de Água Para Investigação da Viabilidade da Implantação da Ostreicultura no Baixo Curso do Rio São João

por Luiz Annuziata publicado 23/05/2016 07h27, última modificação 01/12/2016 10h55

Professora D.Sc. Maria Inês Paes Ferreira (Doutora em Ciência e Tecnologia de Polímeros, IMA/Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Os estudos ambientais realizados nos corpos hídricos são de grande relevância, tendo em vista a variedade de usos que são aplicados a estes. Para facilitar a interpretação dos parâmetros avaliados nas amostragens foram desenvolvidos diversos índices que podem responder a questões específicas para cada tipo de uso. O Índice de Qualidade da Água (IQA) identifica poluição proveniente de esgoto doméstico e o Índice de Qualidade da Água para Proteção da Vida Aquática (IQAPVA) responde a questões relacionadas às condições ambientais para manutenção da vida aquática, se utilizando apenas de dois parâmetros, afim de que haja uma redução do efeito eclipse. A região do baixo curso do rio São João apresenta diversos usos, entre eles o cultivo de ostras, e, como a grande maioria dos corpos hídricos brasileiros, possui diversos focos de poluição pontual. Foram aplicados nesta região os dois índices citados, tendo sido obtida uma categorização “boa” quanto ao IQA, na maioria dos pontos analisados, apenas diferindo destes resultados o ponto próximo ao canal dos Medeiros, o qual exibiu grande parte dos resultados incluídos na categorização “aceitável”. Porém com relação ao IQAPVA os resultados mostraram-se diferentes, com sua categorização sendo considerada “regular” na maioria das amostragens. Desta forma conclui-se que o efeito da poluição por efluente doméstico ainda não se configura como causa de degradação expressiva na bacia hidrográfica em estudo, o que pode ser justificado pela vazão do rio e pelo período de coleta, que em sua maioria, ocorreu com elevados índices de pluviosidade. Apesar da boa categorização, não é recomendável o cultivo de ostras no local, visto que seu índice apresentou classificação abaixo do esperado, e os níveis de Escherichia coli não se enquadraram nos valores máximos estabelecidos pela CONAMA 357/2005 para água salobra de Classe I.

Palavras-chave: IQA. IQAPVA. Ostreicultura. Rio São João.

Environmental studies conducted on water bodies have a great relevance regrading the variety of uses that are applied thereto. To facilitate interpretation of the parameters evaluated on the samples everal indices that can answer specific questions for each type of uses were developed. The Water Quality Index (WQI) identifies pollution from domestic sewage and the Water Quality Index for the Protection of Aquatic Life (WQIPAL) answers questions related to environmental conditions for maintenance of aquatic life, using only two parameters, so that there is a reduction in the eclipse effect. The region of the lower course of the river São João has several uses, including growing oysters, and, as the most of the brazilian water bodies, has several sources of punctual pollution. For the studied region the two above cited indexes were applied, and most points analyzed coud be classified as "good" interms of WQI, except for the point next Medeiros’ channel, that presented most results classified as "acceptable". On the other hand, WQIPAL showed quite different results, and by applying this index waters would be classified as "regular" in most samples. It was thus concluded that the effect of pollution from wastewater is not yet configured as a significant cause of degradation in the watershed studied, which can be justified by the river flow and the sampling campaigns, which was mostly conducted in highly rainy season. Despite the good categorization of estuarine waters, they are not recommended for oyster’s cultivation, since WQI classification was below expectations, and Escherichia coli levels were above the maximum values established by CONAMA 357/2005 for waters classified as Class I.

Key Words: WQI. WQIPAL. Oyster farming. River São João.

PDF documentFernanda Albuquerque dos Reis Verissimo.pdf — PDF document, 2.47 MB

There are currently no items in this folder.