CAMPUS CAMBUCI

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Cambuci > Notícias > Uenf e Campus Cambuci iniciam experimento que pode auxiliar o produtor na criação de peixes

Notícias

Uenf e Campus Cambuci iniciam experimento que pode auxiliar o produtor na criação de peixes

Pesquisa

A pesquisa, que visa testar a eficácia da utilização de resíduos agroindustriais na alimentação dos peixes, como a casca de mandioca, teve início no dia 10 de janeiro.
por Campus Avançado Cambuci com Reitoria publicado 12/01/2017 13h18, última modificação 13/01/2017 15h06
Exibir carrossel de imagens Pesquisa utilizará estrutura de piscicultura do Campus Cambuci

Pesquisa utilizará estrutura de piscicultura do Campus Cambuci

 Uma parceria entre a Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf) e o IFF Campus Avançado Cambuci possibilitará a realização de pesquisa que tem o objetivo de testar a utilização de rações para peixes com a inclusão de ingredientes alternativos, oriundos do reaproveitamento de resíduos agroindustriais disponíveis na região, em substituição a alguns ingredientes tradicionais.

 A pesquisa, intitulada “Avaliação técnica e econômica do aproveitamento de resíduos agroindustriais das regiões Norte e Noroeste Fluminense na alimentação de Tilápia do Nilo”, que faz parte da dissertação de mestrado do estudante Renan de Mello, do Programa de Pós-graduação em Produção Vegetal da Uenf, orientada pelos professores Niraldo Ponciano e Manuel Vazquez, teve início na última terça-feira, dia 10 de janeiro.

 Os tanques escavados do Campus Avançado Cambuci, semelhantes aos utilizados na piscicultura com fins comerciais, serão utilizados para o desenvolvimento do projeto, que terá o auxílio da equipe do Núcleo de Estudos em Agroecologia (NEA-IFF), coordenado pelo professor Reynaldo Amim.

 Renan explica que, durante o estudo, a alimentação da Tilápia do Nilo, uma das principais espécies cultivadas na piscicultura brasileira, será feita com dois tipos de ração. “Utilizaremos a casca de mandioca e a farinha de varredura de tapioca, que são resíduos oriundos da matéria-prima mandioca”.

 A avaliação conjunta dos indicadores zootécnicos e econômicos obtidos com a alimentação alternativa dos peixes esclarecerá se a adoção dos resíduos é economicamente viável, constituindo uma possibilidade de redução do custo de produção na atividade e beneficiando os produtores.

 Para a professora de Zootecnia e coordenadora de Pesquisa e Inovação do campus, Marize Bastos de Matos, a pesquisa é de suma importância para o produtor de peixes, pois a ração é um dos itens que encarece a produção.

 “Uma ração viável nutricionalmente, que consiga reduzir estes custos e utiliza ingredientes alternativos é um grande avanço para a piscicultura e traduzirá ganhos reais para o criador. O Campus Cambuci, juntamente ao NEA-IFF, enaltece a parceira com a Uenf e vê com bons olhos pesquisas que influenciarão de forma positiva a vida do produtor rural”, destaca Marize. 

 

Campus Avançado Cambuci com Comunicação Social da Reitoria