CAMPUS BOM JESUS DO ITABAPOANA

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Bom Jesus do Itabapoana > Notícias > 50 anos do CTAIBB e a efeméride a ser celebrada

Notícias

50 anos do CTAIBB e a efeméride a ser celebrada

Cinquentenário

Coordenador do Centro de Memória do IFF Bom Jesus, professor Fabrício Luiz Pereira escreve sobre aniversário da instituição, relembrando importantes momentos dos últimos 50 anos.
por Fabrício Luiz Pereira, coordenador do Centro de Memória do IFF Bom Jesus publicado 14/04/2020 20h00, última modificação 15/04/2020 09h47
Exibir carrossel de imagens Em terreno doado, a partir de um posto agropecuário, nasce o CTAIBB.

Em terreno doado, a partir de um posto agropecuário, nasce o CTAIBB.

No último 09 de abril, o Instituto Federal Fluminense Campus Bom Jesus do Itabapoana comemorou os 50 anos da fundação do Colégio Técnico Agrícola Ildefonso Bastos Borges (CTAIBB). A efeméride, que inicialmente pretendia-se comemorar durante todo o ano, com um enfoque especial no primeiro semestre, teve que ser adiada. Muitos de nós fomos surpreendidos com a portaria 167, do dia 16 de março de 2020, a qual suspendeu as atividades nos campi do IFF em razão da pandemia do COVID-19. Os planejamentos de eventos, exposições e atividades com a comunidade escolar foram brevemente interrompidos.           

O CTAIBB iniciou suas atividades em 9 de abril de 1970. A princípio, foi mantido pela Fundação Educacional de Bom Jesus, ligada à prefeitura da cidade. Com a concessão do terreno localizado na entrada do município, que pertencia ao Ministério da Agricultura, o colégio começou suas atividades, sob a direção de Hélio Bastos Borges, irmão do fundador, que faleceu no dia da assinatura do convênio.

Ildefonso Bastos Borges durante assinatura de doação do terreno CTAIBB

Ildefonso Bastos Borges assina o termo de doação do terreno, em 1970

Ildelfonso Bastos Borges tinha como proposta criar uma escola com foco em veterinária e estudos agropecuários. O nome do colégio ficou em homenagem ao fundador, que faleceu no período da inauguração. O CTAIBB iniciou suas atividades com dois cursos técnicos: Agropecuária e Economia Doméstica Rural. Em um período em que os cursos técnicos ganhavam destaque no país, o CTAIBB se tornou uma instituição de ensino importante para a região ao oferecer a modalidade a alunos de diferentes realidades sociais, consolidando-se na cidade como uma instituição de ensino de qualidade.

CTAIBB - UFF

Em 1973, devido à dificuldade de manutenção do colégio, a Prefeitura e a Fundação Educacional de Bom Jesus iniciaram seus contatos com a Universidade Federal Fluminense (UFF), no intuito de firmar um convênio para integrar o CTAIBB às atividades da universidade e manter ações de extensão com a comunidade em seu entorno. A universidade, nesse momento, alçava projetos de anexação de colégios no interior do estado fluminense, com a integração de dois colégios agrícolas: em Pinheiral/RJ, em 1986, com a integração do Colégio Técnico Agrícola Nilo Peçanha; e, em 1974, unificou à universidade o CTAIBB, como núcleo de estudos avançados agrícola da Faculdade de Educação. 

O Colégio “Agrícola”, como ficou conhecido na cidade, durante 34 anos esteve ligado à UFF. Atuando como um polo de estudos e pesquisa associado às novas técnicas e teorias presentes na Universidade, oferecia atendimento aos diferentes municípios localizados na região fronteiriça entre o Noroeste Fluminense e o sul do Espírito Santo. Entre os anos de 1975 e 2007, ofertou apenas o curso Técnico em Agropecuária vinculado ao Ensino Médio. O uso de técnicas e tecnologias inovadoras integradas ao conhecimento acadêmico e a formação de professores eram os pilares da atuação do CTAIBB.

Em 2007, por meio de iniciativa do governo federal e do MEC em interiorizar e reestruturar a educação básica, técnica e tecnológica federal no país, com a ampliação dos Institutos Federais, o CTAIBB, recebeu o convite do Instituto Federal Fluminense (IFF) para integrar-se ao IFF, como campus de ensino básico, técnico e tecnológico (Lei º 11.892, de 29/12/2008).

IFF Bom Jesus

A partir de 2009, integrado ao IFF, o campus começou a expandir as possibilidades de formação na região noroeste fluminense. Atualmente, oferece os cursos técnicos integrados ao ensino médio nas áreas de Agropecuária, Alimentos, Informática, Meio Ambiente e Química, além do curso superior em Ciência e Tecnologia de Alimentos e Engenharia da Computação. Além dos cursos superiores e integrados, a instituição oferta cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), concomitantes e de Ensino à Distância.

O espaço escolar é um local que fornece uma formação além do caráter cientificista e pragmático. Quantas histórias e memórias são criadas e recriadas ao longo dos anos? Quantas pessoas passam por nossos bancos e criam redes de amizade e afeto? Quantas vezes nos recordamos dos dias de estudos regados a risos ou desabafos? A escola é um dos locais que formam nossa identidade. Estudantes, professores, gestores e funcionários constroem através de um processo dinâmico a história e memória da instituição, que também faz parte de nossas vidas.

Maria Ciavatta, em seu artigo “Arquivos da memória do trabalho e da educação e a formação integrada”, afirma que “a identidade que cada escola e seus professores, gestores, funcionários e alunos constroem é um processo dinâmico, sujeito permanentemente à reformulação relativa às novas vivências, as relações que estabelecem. De outra parte, esse processo está fortemente enraizado na cultura do tempo e do lugar onde os sujeitos sociais se inserem e na história que se produziu a partir da realidade vivenciada, que constitui ela mesma “um lugar de memória”.

Portanto, uma vez que compreendemos a escola como um lugar de memória, ampliamos a concepção que fazemos desse espaço. Para além das aulas e provas, as relações sociais e culturais produzidas no âmbito escolar criam e recriam identidades. Nesses 50 anos de CTAIBB, uma certeza nos é dada, muitas memórias, amizades e afetos foram criadas tendo como pano de fundo nossas salas, corredores, laboratórios, áreas esportivas e locais de aulas práticas. Muitos professores e funcionários são lembrados com carinho pelos estudantes e vice-versa. O IFF Bom Jesus segue sua missão já cinquentenária de construir com a comunidade uma educação pública e de qualidade, mesmo com todos os desafios que são impostos. Com o apoio de toda sociedade, seguiremos firmes por mais 50 anos, criando e recriando laços, memórias e identidade.

Estudantes dos cursos técnicos integrados, concomitantes e superior colaram grau em duas cerimônias emocionantes.