CAMPUS CABO FRIO

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Cabo Frio > Notícias > Equipe do IFFluminense participa da competição Desafio Solar Brasil 2016

Notícias

Equipe do IFFluminense participa da competição Desafio Solar Brasil 2016

Energia Solar

O IFFluminense está participando da 9ª etapa nacional do Desafio Solar Brasil, de 05 a 11 de dezembro, no município de Armação dos Búzios-RJ.
publicado: 08/12/2016 11h18 última modificação: 08/12/2016 17h06
Show image carousel O projeto do barco Solaris conta com uma equipe multicampi

O projeto do barco Solaris conta com uma equipe multicampi

 O evento consiste em uma competição de barcos elétricos movidos à energia solar e reúne equipes de várias instituições do Brasil. Atualmente, o barco Solaris, do IFFluminense, conta com uma equipe multicampi que reúne servidores e alunos dos campi Cabo Frio, São João da Barra e Polo de Inovação, trabalhando integrados nas áreas dos Cursos Técnicos de Construção Naval e Eletromecânica.

 O projeto é uma iniciativa da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, em parceria com a ENEL, Secretaria de Esportes do Estado e Prefeitura de Búzios, e tem como objetivo desenvolver tecnologias em energia de fontes limpa e renovável, colocando em prática o conhecimento adquirido pelos estudantes em sala de aula.

 Dividida em várias etapas, a competição tem 20 equipes, das quais participam 50 professores e mais de 350 estudantes que competirão durante uma semana para cumprir todas as etapas até o dia 11 de dezembro. Neste ano o DSB ainda apresenta, paralelo à competição, o I Congresso do Desafio Solar Brasil que discutirá, nos dias 8 e 9 de dezembro, temas como: fontes alternativas de energia e educação em ciências e tecnologias e veículos elétricos.

 Participação do IFFluminense no Desafio Solar Brasil

O IFFluminense já participou de outras edições do Desafio Solar Brasil. Originalmente, a equipe Solaris do Campus Cabo Frio, participou no ano 2009 e, em 2010, ano em que foi a vencedora da competição. O Campus Avançado São João da Barra participou do evento em 2014, conquistando o 3° lugar com a apresentação de banner do Projeto Ecobarco.

Entrevista com o pró-reitor de Pesquisa, Extensão e Inovação

Depois de alguns anos sem participar da competição, o projeto foi retomado com outra configuração, conforme explica o pró-reitor de pesquisa, extensão e inovação, Vicente dos Santos:

Como surgiu a ideia da equipe multicampi?

Vicente: Na verdade a retomada do projeto do barco movido a energia solar foi um anseio do diretor do Campus Cabo Frio, Victor Saraiva. Então, assim que assumimos a gestão, iniciamos um entendimento, também com o diretor do Campus Avançado São João da Barra, Valdeir de Souza, para agregar o projeto numa parceria entre os campi, já que, o campus oferece o curso técnico em construção naval, e poderia colaborar com o projeto que já existia em Cabo Frio. Neste ínterim, também veio o apoio do Polo de Inovação, com a técnica e a logística. Foi uma reunião de esforços que permitiu a participação na competição deste ano.

Qual o principal objetivo do projeto para além da competição?

Vicente: A principal ação é a formação dos alunos. Em São João da Barra temos o projeto integrador no curso de construção naval, no qual o projeto barco, por exemplo, reúne uma série de informações das quais se pode aplicar o conhecimento teórico. Da mesma forma para o curso de eletromecânica em Cabo Frio, com o diferencial de estudos para energias renováveis, já que o campus tem as plantas solares e, tenho certeza investirá nesse eixo. Já o Polo de Inovação fará seu papel que é de integrar e dar suporte às ações do Instituto relativas à área tecnológica.

E qual o direcionamento da Pró-reitoria nessa integração?

Vicente: Inicialmente, o papel da Pró-reitoria foi mais de articulador do que agente indutor de todo esse processo. No entanto, ao final da competição, será solicitado um relatório para que possamos incentivar e apoiar esse projeto com mais efetividade. Inclusive no âmbito da pesquisa porque essa competição é um excelente exemplo de pesquisa aplicada. A culminância é durante a competição, mas até chegar aqui há todo um investimento de conhecimento construído ao longo do ano.

Qual é a expectativa para o resultado da competição?

Vicente: Acho que já conseguimos vencer, já que estamos participando junto com outras Instituições de grande destaque. E considero a participação e motivação de todos que estão aqui trabalhando como uma grande etapa vencida. Quero destacar e agradecer a todos que estão se empenhando neste trabalho. Do Campus Cabo Frio: os professores Ítalo Tomaz, Damião Almeida e Marlon Oliveira. Do Campus Avançado São João da Barra: Valquíria Azevedo, Pedro Henrique Araújo, Ivo Matheus e Pedro Santana. Do Polo de Inovação: Charles Gava e Pablo Nascimento. Essa integração e troca de conhecimento é um grande exemplo a ser seguido por outros campi.


Comunicação Social do Campus Cabo Frio