POLO DE INOVAÇÃO CAMPOS DOS GOYTACAZES

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Polo de Inovação Campos dos Goytacazes > Notícias > Polo de Inovação firma parceria com empresa de laticínios

Notícias

Polo de Inovação firma parceria com empresa de laticínios

Pesquisa e Inovação

Trata-se do oitavo contrato assinado pelo Polo de Inovação com empresas e indústrias da região.
por Comunicação Social da Reitoria publicado 29/11/2017 14h21, última modificação 30/11/2017 10h30
Exibir carrossel de imagens Equipe do IFFluminense/Polo de Inovação, Fundação Pró-IFF e Agroindústria Guarujá comemoram a celebração do contrato.

Equipe do IFFluminense/Polo de Inovação, Fundação Pró-IFF e Agroindústria Guarujá comemoram a celebração do contrato.

 O Polo de Inovação Campos dos Goytacazes/Embrapii (PICG) assinou um novo contrato para desenvolvimento de pesquisa e inovação com foco em demandas do setor produtivo local. Desta vez, com a Agroindústria Guarujá, de Dores de Macabu, distrito de Campos-RJ. A parceria foi celebrada na segunda-feira, 27 de novembro de 2017, na sede da Reitoria do IFFluminense.

 Após três meses de conversas, análises e planejamento, será desenvolvido, pelo período de um ano, o projeto “Codigestão Anaeróbica”. O objetivo é fazer um reaproveitamento de resíduos derivados da produção de queijos e também dos dejetos de suínos para produção de gás e adubos. “A gente vai fazer um processo de biodigestão desse material de forma que vai gerar um biogás e um biofertilizante”, explica Silvio Roberto Maia Tavares, sócio-diretor da empresa.

 De acordo com Silvio, ele procurou o Polo de Inovação em busca de auxílio técnico, profissional e financeiro, e as expectativas são as melhores. “Tem tudo para dar certo. É um caminho aberto para desenvolvermos também outros trabalhos futuros”, acredita.

 O diretor do PICG, Rogério Atem, destaca que o projeto vai trazer de benefício a redução do dano ambiental e de custos, pois vai gerar energia e adubo. “Além da valorização da marca do laticínio em ser uma empresa sustentável”, diz, acrescentando que será o primeiro projeto coordenado por um servidor do Campus Itaperuna, o professor Adriano Ferrarez, “o que mostra que o Polo está expandindo e ampliando o número de servidores participantes, visto que até então tínhamos servidores dos campi Campos Centro e Macaé”, conta.

 Para o pró-reitor de Pesquisa, Extensão e Inovação do IFF, Vicente de Oliveira, “a palavra-chave é a sustentabilidade: a empresa produz resíduos, que serão reaproveitados, gerando adubo e energia, que novamente serão utilizados produzindo novos resíduos, sendo um ciclo que promove total reaproveitamento”.

 De perfil familiar, com 23 anos de funcionamento, a Agroindústria Guarujá atua na produção de queijos com mercado em Campos, Região dos Lagos, Niterói e Rio de Janeiro. São três funcionários e uma produção mensal de 1.500 kg de queijo minas curado e 600 kg de queijo minas frescal.

 “É importante a gente destacar que esta parceria envolve uma pequena agroindústria da região, com uma demanda regional comum, com potencial para incentivar outros empresários locais”, ressalta Vicente.

 A assinatura do contrato foi realizada por Silvio, Vicente, representando o reitor do IFF, Jefferson Manhães de Azevedo, e Rogério, além de ter sido o primeiro contrato assinado pela nova superintendente da Fundação Pró-IFF (agente financeiro do PICG) que assumiu o cargo no dia 21 de novembro, Ana Léa Bulhões Almeida Gondim.