CAMPUS CAMBUCI

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Cambuci > Pesquisa > Aportes para o planejamento das ações pedagógicas de pesquisa e de extensão do IFF campus Cambuci

Aportes para o planejamento das ações pedagógicas de pesquisa e de extensão do IFF campus Cambuci

por Campus Avançado Cambuci publicado 20/08/2020 12h01, última modificação 20/08/2020 16h18

ICJ CNPq (2017-2018)

Coordenadora: Jaqueline de Moraes Thurler Dália.

RESUMO: O projeto tem como objetivo diagnosticar demandas de formação (inicial, continuada e especializada) da população dos municípios de Cambuci-RJ e entorno, que sirvam de base para o planejamento das ações de pesquisa e extensão do IFF Campus Cambuci. Hoje com os quadros pedagógico e de gestão já formados, a instituição percebe a necessidade de criar instrumentos que possibilitem compreender melhor as demandas formativas, produtivas e sociais da comunidade que atende e de estreitar os laços com os agentes locais para aprimorar, gerir com mais eficiência, planejar e integrar suas ações de ensino, pesquisa e extensão. Este trabalho atuará exatamente na criação de tais ferramentas, procurando dar subsídios para uma prática institucional mais comprometida com as questões locais. A execução do projeto tomará como referência as etapas de construção do planejamento participativo elencadas por Gandin (2009). Primeiramente será necessário instituir uma espécie de “marco referencial” do Campus. Em seguida, pretende-se colocar em prática “um levantamento para descrever a realidade.” (GANDIN, 2009, p.97) e a prática institucional. Serão iniciados, neste momento, os contatos interinstitucionais, com as famílias dos alunos e com os representantes sociais locais. De posse de um elenco de possíveis informantes e de um mapeamento dos núcleos familiares, principalmente rurais, elaborar-se-ão roteiros de observação das comunidades e de entrevistas. Após a sistematização dos dados recolhidos, voltar-se-á às comunidades para que os agentes já consultados avaliem e validem as informações. A partir daí, os resultados preliminares serão apresentados às equipes gestora e docente do IFFCambuci, incluindo-se os representantes dos núcleos de pesquisa e coordenações de pesquisa e extensão. Essa divulgação será o gatilho para a terceira etapa do projeto: a incitação à “programação” (GANDIN, 2009) das ações de ensino, pesquisa e extensão. Por fim, com a implementação das atividades planejadas, será necessário fazer uma avaliação mais sistematizada da validade do próprio projeto. Espera-se que ele, em sua conclusão: estreite os laços do IFF-Cambuci com as comunidades nas quais atua; dê aportes concretos para o planejamento institucional; contribua, assim, com a ressignificação das ações didático-pedagógicas do Campus.


  • Renovação - ICJ CNPq (2018-2019)


Aportes para o planejamento das ações pedagógicas de pesquisa e de extensão do IFF Campus Cambuci: investigando áreas rurais

Coordenadora: Jaqueline de Moraes Thurler Dália.

RESUMO: O projeto tem como objetivo diagnosticar demandas de formação (inicial, continuada e especializada) da população rural dos municípios de Cambuci-RJ e entorno, que sirvam de base para o planejamento das ações de pesquisa e extensão do IFF Campus Cambuci. Com os quadros pedagógico e de gestão hoje já formados, a instituição vem percebendo a necessidade de: analisar suas ações a partir dos dados já obtidos com as investigações deste projeto, que teve início em 2017; criar outros instrumentos que possibilitem compreender melhor as demandas formativas, produtivas e sociais da comunidade que atende; estreitar os laços com os agentes locais; e, assim, planejar e integrar suas ações de ensino, pesquisa e extensão. Este trabalho atuará exatamente na concepção de tais ferramentas, procurando dar subsídios para uma prática institucional mais comprometida com as questões locais. A execução do projeto tomará como referência as etapas de construção do planejamento participativo elencadas por Gandin (2009): instituição do “marco referencial” do Campus; descrição da realidade (GANDIN, 2009, p.97) e da prática institucional, a partir do estabelecimento de contatos interinstitucionais, com as famílias dos alunos e com os representantes sociais locais; validação e avaliação dos dados recolhidos com a comunidade e com as equipes gestora e docente do IFF-Cambuci, incluindo-se os representantes dos núcleos de pesquisa e coordenações de pesquisa e extensão; divulgação dos resultados; incitação à “programação” (GANDIN, 2009) das ações de ensino, pesquisa e extensão. Espera-se que o projeto, em sua conclusão: estreite os laços do IFF-Cambuci com as comunidades nas quais atua; dê aportes concretos para o planejamento institucional; e contribua na ressignificação das ações didático-pedagógicas do Campus.

registrado em: