CAMPUS CAMBUCI

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Cambuci > Pesquisa > Biofertilizante como alternativa a adubos minerais na formação de mudas de olerícolas

Biofertilizante como alternativa a adubos minerais na formação de mudas de olerícolas

por Campus Avançado Cambuci publicado 02/09/2020 10h37, última modificação 02/09/2020 10h37

FAPERJ / Jovens Talentos  (2019-2020)

Coordenador: Reynaldo Tancredo Amin.

RESUMO: A nutrição adequada das plantas é fundamental para se obter uma alta produtividade. Os nutrientes são de suma importância ao crescimento vegetal, visto que quanto melhor nutridas, mais sadias e, portanto, mais resistentes à pragas e doenças. Os vegetais podem ser nutridos por meio de práticas agroecológicas, na qual enquadram-se os biofertilizantes, que são adubos orgânicos líquidos obtidos por meio da decomposição da matéria orgânica (animal e vegetal), através da fermentação anaeróbica ou aeróbica. O objetivo desse trabalho será verificar o efeito de biofertilizantes na formação de mudas de olerícolas. Os experimentos serão realizados em casa de vegetação do IFF campus Avançado Cambuci, em delineamento inteiramente casualizado (DIC), com quatro repetições. Os tratamentos serão compostos por diferentes diluições de biofertilizante (0%; 20%; 40%; 50% e 60%). Serão semeadas 3 sementes por célula, com posterior desbaste, em bandejas de plástico com 128 células. Cada unidade experimental será composta por 4 linhas de 8 células (32 células), utilizando-se como área útil as duas linhas centrais, excluindo-se as células das extremidades. Serão avaliados a altura de planta, volume de raiz, peso fresco de parte aérea, peso fresco de raiz, peso seco de parte aérea, e peso seco de raiz. O projeto encontra-se em fase inicial de execução. O biofertilizante já foi produzido e as já foi dado início à produção de mudas de alface para realização dos primeiros ensaios.

registrado em: