Você está aqui: Página Inicial > Reitoria > Notícias > Novos prazos para reuniões internas dos grupos de trabalho para diálogo sobre retorno seguro e progressivo à presencialidade

Notícias

Novos prazos para reuniões internas dos grupos de trabalho para diálogo sobre retorno seguro e progressivo à presencialidade

Atividades Presenciais

O período estabelecido para as reuniões dos GTs foi ampliado para o dia 21 de outubro. O prazo da relatória também foi estendido para 22 de outubro.
por Comunicação Social da Reitoria publicado 28/09/2021 14h59, última modificação 28/10/2021 16h06
Alunos de telecomunicação em aula antes da pandemia

Alunos de telecomunicação em aula antes da pandemia

 

 O diálogo sobre temáticas relacionadas ao retorno seguro e progressivo à presencialidade e finalização acadêmica do período pandêmico no Instituto Federal Fluminense (IFFluminense) conta com 11 grupos de trabalho temáticos formados por representantes dos servidores e estudantes de todo o Instituto, incluindo representações sindicais e de colegiados.

 Na reunião ampliada desta terça-feira, dia 28 de setembro, os participantes dos grupos temáticos se reuniram e definiram o que no dia 22 de outubro será realizada a reunião das relatorias (encontro geral dos GTs). Com isso, eles terão até o dia 21 de outubro para fazer seus encontros e debates internos entre seus integrantes, nas suas unidades.

 Em datas a serem definidas, serão dados os demais encaminhamentos com a comunidade acadêmica. Entre as ações, deverá ser realizada uma webinar para apresentação do documento elaborado pelas relatorias dos temas trabalhados.

 Definidos na reunião realizada no dia 23 de setembro, os grupos temáticos ficarão responsáveis por promover debates e criar diretrizes com base nos temas que foram selecionados, construindo as estratégias a serem adotadas e que devem ser articuladas à legislação em vigor, em especial ao Plano de retorno às atividades presenciais não adaptáveis ao modelo remoto do IFFluminense, aprovado por meio da Resolução N.º 54/2021, do Conselho Superior, publicada em 20 de setembro

 "A ideia neste momento é pautar nossa comunidade sobre o que entendemos como importante para um retorno presencial seguro, pensando de forma gradual, com a definição de cada uma das fases e atendendo o que é prioritário em cada momento, além de considerar a diversidade existente em cada uma de nossas unidades", explica a pró-reitora de Extensão, Cultura, Esporte e Diversidade, Cátia Viana.

 Atualmente, o IFFluminense encontra-se na primeira etapa do plano de retorno, que é uma fase de preparação com atividades realizadas ainda de forma remota e que inclui a compra de equipamentos e insumos, adaptação de espaços e planejamento de atividades, entre outros pontos. Segundo o pró-reitor de Pesquisa e Inovação, José Augusto Ferreira da Silva, o avanço das fases é definido com base em indicadores de melhora da conjuntura pandêmica e de um cronograma institucional que será montado a partir de decisões colegiadas e de forma consensual entre os diversos atores que compõem o IFFluminense.

Grupos Temáticos

 Os diálogos serão baseados nas seguintes temáticas prioritárias, conforme cada um dos grupos formados na reunião desta quinta-feira:

Grupo de trabalhoTemas prioritários
Grupo 1            Ações de suporte e funcionamento, entre elas aquisição de insumos para atendimento a medidas de prevenção
Grupo 2 Plano de acolhimento a servidores, formas de registro de frequência, regras de funcionamento dos setores e plano individualizado de trabalho para os servidores relacionados na como prioridade para trabalho remoto
Grupo 3 Plano de acolhimento a estudantes e de atendimento individualizado aos que tenham restrições para o retorno presencial
Grupo 4 Transporte de estudantes, atuação dos bolsistas e concessão de auxílios (permanência, transporte, emergencial, entre outros)
Grupo 5 Adaptação e uso dos espaços dos setores e de ambientes de aprendizagem, bem como funcionamento de locais de alimentação, como cantinas e restaurantes, e espaços esportivos, além da sinalização padronizada e regras de acesso pelo público externo
Grupo 6 Calendários acadêmicos, definição de conclusão das cargas horárias das turmas, planejamento especial para atividades práticas e laboratoriais e para estudantes concluintes, definição de horários de atividades letivas e uso de laboratórios de informática para acesso digital
Grupo 7 Projetos de pesquisa e extensão e realização de estágios obrigatórios
Grupo 8 Diagnóstico sobre aprendizagem no período de Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNP)
Grupo 9 Comunicação do processo
Grupo 10                Diagnóstico de vacinação de alunos e servidores
Grupo 11 Acompanhamento de saúde, recepção e tratamento de casos suspeitos

 

Histórico de ações

 O Plano de retorno às atividades presenciais não adaptáveis ao modelo remoto do IFFluminense foi elaborado por servidores das mais diversas áreas de atuação, que discutiram questões técnicas de forma ampliada, levando em consideração orientações do Ministério da Saúde, da Fiocruz e de documentos norteadores de outras instituições de ensino, além da revisão dos Protocolos Específicos de Biossegurança para as Unidades do IFFluminense, aprovados pelo Conselho Superior e publicados por meio da Portaria N.º 681, de 5 de novembro de 2020.

 São tratados no plano de retorno, entre outros pontos, as diretrizes de preparação das diversas unidades do IFFluminense e os critérios para utilização segura dos espaços, além da estruturação de retorno gradual, priorizando atividades, por exemplo, que não possam ser realizadas de forma remota.

 Em 20 de agosto, o documento foi pauta da reunião ampliada do Colégio de Dirigente, com representantes do Conselho de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação (Cenpei), do Conselho Superior (Consup), do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe), da Comissão Interna de Supervisão do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-administrativos em Educação (CISPCCTAE), estudantes, entre outros.

 As atividades presenciais estão suspensas no IFFluminense desde março de 2020, em decorrência da excepcionalidade provocada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19). A partir de setembro de 2020, foi autorizado o uso de Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNP) nos campi, até que seja possível o retorno às aulas presenciais. As diretrizes para aplicação desse modelo de ensino no IFF foram construídas por representantes de todos os campi do Instituto, por meio de audiências. Toda a carga horária executada na forma de APNP é computada para o cumprimento do período letivo.

Em caso e dúvidas sobre os protocolos de biossegurança do IFFluminense, é possível entrar em contato com a Comissão Central pelo e-mail ccbio@iff.edu.br.


 √ Participe da campanha IFF Solidário: Saiba mais

√ Como você vê o IFF e como avalia as suas ações? A Pesquisa de Imagem Institucional está disponível AQUI para a comunidade externa. Responda e contribua com as melhorias!