CAMPUS CAMPOS CENTRO

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Campos Centro > Notícias > Bolsistas apresentam resultado de trabalhos desenvolvidos em setores do Campus Centro

Notícias

Bolsistas apresentam resultado de trabalhos desenvolvidos em setores do Campus Centro

Bolsa de Apoio

Projetos foram apresentados a estudantes, servidores e demais interessados.
por Comunicação Social do Campus Campos Centro publicado 28/06/2018 17h00, última modificação 28/06/2018 20h57
Exibir carrossel de imagens Trabalhos foram apresentados ao longo do dia (Fotos: Raphaella Cordeira/Comunicação Social)

Trabalhos foram apresentados ao longo do dia (Fotos: Raphaella Cordeira/Comunicação Social)

O Campus Campos Centro tem neste ano de 2018, um total de 117 bolsistas de Desenvolvimento Acadêmico e Apoio Tecnológico. Integrados a diversos setores acadêmicos e administrativos, eles trabalham em 48 projetos inscritos na Diretoria de Gestão Acadêmica (DGA). O resultado das atividades foi apresentado à comunidade do campus nos turnos da manhã, tarde e noite durante a I Mostra dos Projetos de Desenvolvimento Acadêmico e Apoio Tecnológico.

Os estudantes fizeram apresentação oral e textual dos trabalhos, em modelo gerado pela DGA. Quatro equipes de avaliadores - com critérios diferentes - examinaram os projetos. A qualidade dos trabalhos apresentados e a possibilidade de os estudantes e coordenadores terem interagido foram os pontos culminantes do evento. 

Uma das percepções que os visitantes tiveram é a da multidisciplinaridade dos projetos. Exemplo: o "Ruidômetro: A Eletrônica na Segurança do Trabalho". A atividade reúne os estudantes Guiller Felipe (Engenharia Elétrica), Ruan da Silva Lemos e o professor Demétrio Azeredo (Segurança no Trabalho). 

Com um equipamento chamativo, eles detectaram no entorno o nível de ruídos situados entre o aceitável - menor que 42,5 decibéis (db); intermediário, de 42,5 db a 85 db; e alto, acima de 85 db. Os estudantes advertem que  " é preciso ter cuidado porque para atingir 85 decibéis não é difícil". De acordo com o professor Demétrio, "a ONU já detectou um excesso no uso de fones de ouvido". 

Economia

Outro exemplo de integração entre diferentes áreas de ciências no desenvolvimento do projetos vem da Diretoria de Tecnologia de Comunicação e Informação (DTIC). Sete bolsistas de áreas como informática, telecomunicações e arquitetura e urbanismo se integram no planejamento de cabeamento de redes de internet no campus.

É o que acontece atualmente no Bloco G, novo prédio composto de oito pavimentos para receber cursos, a expansão da biblioteca e da merenda. O trabalho dos bolsistas ajuda o campus a economizar dinheiro. Cada um dos seus 72 pontos de cabeamento tem custo de R$ 50,00.

Na área de mecânica e eletricidade, chama atenção o resultado do trabalho desenvolvido no Laboratório de Máquinas Elétricas. Os estudantes Gabriel Tinoco (Engenharia Elétrica) e Diogo Mota (Engenharia de Controle e Automação). Com orientação de professores, eles conseguiram colocar em funcionamento uma bancada que permite realizar tarefas com motor e gerador. O equipamento estava parado há 10 anos. Outra bancada do gênero teve sua fonte recuperada pela dupla, um serviço que custaria ao campus R$ 2 mil.  

Os trabalhos que obtiverem a melhor avaliação serão premiados pela DGA.