CAMPUS CAMPOS CENTRO

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Campos Centro > Notícias > Energia solar vai gerar economia de até R$ 8 mil mensais ao campus

Notícias

Energia solar vai gerar economia de até R$ 8 mil mensais ao campus

Sustentabilidade

O Campus Campos Centro teve projeto aprovado em Chamada Pública da Enel.
por Antonio Barros/Comunicação Social do Campus Campos Centro publicado 15/08/2019 14h16, última modificação 19/08/2019 18h40
Exibir carrossel de imagens Cada painel fotovoltaico tem potencial individual de até 340 Whatts. (Foto: Antonio Barros)

Cada painel fotovoltaico tem potencial individual de até 340 Whatts. (Foto: Antonio Barros)

Uma sequência do telhado do Bloco B do Campus Campos Centro está recebendo 248 painéis fotovoltaicos para geração de energia a partir da luz solar. O conjunto das placas em operação plena (no pico) vai oferecer à demanda do campus 11 mil kWh (QuiloWhatt-hora), resultando em uma economia estimada em até R$ 8 mil na conta de luz.

As placas e os demais equipamentos necessários, como cabos e inversores de energia, são financiados pela Chamada Pública da Enel Distribuição Rio – concessionária de energia elétrica que opera em Campos dos Goytacazes e outras cidades fluminenses. A direção geral teve seu projeto aprovado na chamada Pública de 2016. O valor do investimento em energia sustentável divulgado por ocasião do resultado do edital é de R$ 862.958,59. Além do benefício da chamada energia solar, o campus recebeu lotes de lâmpadas de LED que já substituem os modelos fluorescentes, anteriormente instalados em corredores e salas de aula, entre outros ambientes.

O diretor de Infraestrutura do campus, Robson Martins, informou que é projeto da gestão adquirir geradores para somar ao esforço de redução do consumo de energia. Ao longo do dia, o pico do consumo se dá de 18h às 21h, quando o custo da energia elétrica é de R$ 3,14 o kWh. A ideia é que geradores próprios cubram os momentos de pico com custo de R$ 1 kWh.

As placas e inversores chegaram ao campus no dia 10 de maio. Antes dessa etapa, técnicos da Enel estiveram no IFF para fazer avaliações da subestação principal, situada no Bloco B, e do telhado. Para a instalação, a Enex X, integrada à Enel Distribuição, contratou a empresa Exata Eletroservices. A equipe iniciou o trabalho na segunda-feira,12 de agosto. De acordo com o engenheiro responsável, Sérgio Graffino, “a previsão inicial é que até a sexta-feira toda a parte do telhado esteja concluída, se não houver algum contratempo”.

Para agilizar os trabalhos, a empresa instalou um elevador de painéis no acesso ao telhado. Fiscal da Enel X, Hudson Carvalho observa que assim houve “um ganho de tempo” importante. A estrutura do telhado do Bloco B é outro facilitador apontado por Sérgio e Hudson. As telhas têm duas camadas de metal separadas por material isolante e são presas a uma laje em ângulo. Com isso, foi simplificada a instalação de suportes e placas.