CAMPUS BOM JESUS DO ITABAPOANA

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Bom Jesus do Itabapoana > Notícias > Curso Técnico em Agropecuária de Rosal celebra colação de grau

Notícias

Curso Técnico em Agropecuária de Rosal celebra colação de grau

Conquista

Formandos receberam amigos, familiares, servidores do IFF e de instituições parceiras para comemorarem o encerramento do curso.
por Comunicação Social do Campus Bom Jesus do Itabapoana publicado 11/05/2022 17h09, última modificação 12/05/2022 21h44
Exibir carrossel de imagens Foto: Anízio Labeta Turma de 17 estudantes concluiu o curso, iniciado em 2019.

Turma de 17 estudantes concluiu o curso, iniciado em 2019.

Emoção. Essa foi a palavra escolhida para caracterizar a noite de colação de grau dos formandos do Curso Técnico Concomitante em Agropecuária de Rosal. Realizada no Clube da Terceira Idade do distrito bonjesuense, a cerimônia teve tudo o que os concluintes tinham direito: becas sobre os belos vestidos das formandas e roupas sociais dos formandos, capelos lançados ao ar, jantar para os convidados e até anel surpresa de formatura. E, claro, o orgulho dos estudantes, familiares, amigos, servidores do IFF Bom Jesus e parceiros que acompanharam a trajetória da turma, iniciada ainda em 2019.

As lutas e dificuldades superadas pelos estudantes, dos quais muitos também dividiam o tempo entre o trabalho no campo, a família e outros afazeres, pautaram os discursos da celebração. Começando pelo orador da turma, Estanislau Kotska, que parafraseou o professor Lanusse Cordeiro ao dizer que “cavalo arreado só se passa uma vez”. Feliz, o aluno destacou a alegria de ele mesmo e os colegas terem aproveitado a oportunidade oferecida pelo IFF Bom Jesus. Para ele e a irmã, Tatiane Souza, o conhecimento obtido resultou em conquistas como o título de melhor café especial do Estado do Rio de Janeiro, com a maior nota de todas as edições do concurso.

Outro caso de sucesso na turma é o de Gisele Carla Pereira da Silva, que também destaca as dificuldades superadas para chegar até o fim: o filho ainda pequeno; o trabalho na roça antes do início das aulas, aos sábados; a pandemia. Mas, para ela, o sentimento é de realização. “Agora é só alegria. Já estou empregada na área, como responsável por um viveiro de mudas de café, e dentro de casa, em Rosal mesmo”, conta. Segundo Gisele, o conhecimento proporcionou mudanças em técnicas usadas em sua propriedade, onde produzem leite, mandioca, milho e outros vegetais para consumo próprio. O aumento da produção permitiu, ainda, a redução de custos, além da melhoria na qualidade dos alimentos.

Tantas conquistas são motivo de orgulho para os professores, que se emocionaram ao lembrar dos momentos vividos com a turma. A paraninfa e coordenadora do Curso Técnico em Agropecuária, Kelly Lamônica, dedicou seu discurso a traçar o perfil de cada formando, destacando com carinho as características que os tornam tão especiais.

O patrono escolhido pelos concluintes, professor Lanusse Cordeiro, pegou carona no cavalo citado por Estanislau para compartilhar sua própria história, lembrando da oportunidade dada a ele quando ingressou, como estudante, no Curso Técnico em Agropecuária do Colégio Técnico Ildefonso Bastos Borges, hoje IFF. “Estamos fazendo a diferença na vida de muita gente. Temos que marchar e dar oportunidades ao homem do campo. Sucesso a vocês! A luta não para”, incentivou.

A cerimônia contou também com a presença de gestores do IFFluminense. O reitor substituto, professor José Augusto Ferreira da Silva, parabenizou os formandos, instituição e parceiros pela realização do curso e falou sobre o papel da Rede Federal no desenvolvimento do interior do país. “Tenho certeza de que vocês que estão aqui hoje se formando tiveram suas dificuldades elevadas, mas aproveitaram o cavalo selado e farão a diferença na vida de seus familiares”, elogiou, desejando que sejam felizes no exercício de suas profissões.

Segundo o diretor-geral do Campus Bom Jesus, a cerimônia foi especialmente emocionante. “Diante de tantas histórias, tantas lembranças, é muito bom ver a alegria de vocês ao se tornarem técnicos em Agropecuária. Chegar ao fim de um curso técnico no Brasil não é fácil. É uma vitória para alguns. Encerrá-lo depois de dois anos de pandemia é uma vitória ainda mais difícil”, ponderou. “Vocês são guerreiros e guerreiras e saem hoje vitoriosos. Parabéns!”, concluiu.

A noite também foi marcada por homenagens e pela presença de representantes de instituições parceiras do IFF na realização do curso em Rosal. Participaram do evento o diretor de Relações Institucionais do IFFluminense, Fernando Ferrara; o representante do prefeito e vice-prefeito de Bom Jesus do Itabapoana, Claudio Figueiral; o secretário de Agricultura de Bom Jesus do Itabapoana, Maurício Zanon; a diretora da Escola Coronel Luiz Tito de Rosal, onde aconteceram as aulas presenciais, Iracilda Dias Viana; e a representante da Emater, Luísa Junger.