CAMPUS BOM JESUS DO ITABAPOANA

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Bom Jesus do Itabapoana > Notícias > Projeto prevê implantação de escola agrícola em Zâmbia com apoio do IFFluminense

Notícias

Projeto prevê implantação de escola agrícola em Zâmbia com apoio do IFFluminense

Internacionalização

Reunião com representantes da Unimil e do IFF iniciou diálogo para desenvolvimento do projeto, que também visa à capacitação de profissionais daquele país.
por Comunicação Social do Campus Bom Jesus do Itabapoana publicado 13/11/2017 15h45, última modificação 14/11/2017 14h12

A qualidade do ensino do Campus Bom Jesus, o modelo de educação profissional e sua tradição agrária foram os aspectos que chamaram a atenção da United Mission for Life (Unimil), organização missionária criada em 2007, com sede em Boston (EUA), cuja atuação busca promover o desenvolvimento comunitário na República Democrática do Congo e em Zâmbia, na África. Representantes da Unimil visitaram as instalações do campus para iniciarem um diálogo para firmar parceria que possibilitará a implantação de ensino técnico agrícola na cidade de Kitwe, em Zâmbia.

A organização é responsável pela Escola UBUMI, que atende 750 crianças atualmente, sendo 203 órfãos de pai e mãe. O objetivo é dar acolhimento não só às crianças, na área da educação, mas sobretudo às famílias, que em sua maioria vivem em condições socioeconômicas precárias, o que leva à evasão escolar. “A ideia de uma possível parceria com o IFF surgiu a partir da oportunidade que temos na Escola UBUMI de trabalharmos e implementarmos, a médio e longo prazo, uma escola em que alunos tenham condições de dar continuidade a um processo de formação, onde terão meios de produzir, consumir e gerar renda para sua família”, explica o pastor Marcus Vinícius Gomes Salomé, coordenador e mobilizador da Unimil/Brasil. Se o projeto for aprovado, o Campus Bom Jesus oferecerá, por meio da parceria, orientação para a criação da escola agrícola e capacitação para o aperfeiçoamento de professores e voluntários que atuarão em Zâmbia.

Segundo o pastor, a expectativa para o projeto é grande. A ideia é implementar, na Escola UBUMI, um modelo a ser replicado na República Democrática do Congo, país vizinho. “Levar as tecnologias do Brasil, por meio do Instituto Federal Fluminense, permitirá que avancemos muito no levar oportunidade e esperança para as crianças e famílias atendidas pela instituição”, conta.

Cooperação Internacional – Capacitação no setor agropecuário também foi oferecida no Campus Bom Jesus a quatro profissionais de Moçambique, que participaram, durante seis semanas, de atividades práticas na área de produção animal e vegetal. Ao fim do treinamento, oferecido por meio do Programa de Formadores em Agricultura e Mecanização Agrária (projeto de cooperação técnica voltado à Reforma da Educação Profissional de Moçambique), Luís Nhameleque, Melito Júlio Avalinho, Xavier Araújo Costa e Nilton Eugénio Mario atuarão como professores em escolas técnicas moçambicanas.

Atualmente, dois estudantes argentinos também estão no campus para desenvolver atividades de estágio no setor de suinocultura. Os futuros médicos veterinários Cristian Calafati e Martin Minguez, estudantes da Universidad Nacional de la Província del Centro de Buenos Aires, desenvolvem pesquisas com suínos e acreditam que a experiência no Brasil, que é referência na área, tem sido importante para o aprendizado. Eles elogiaram a estrutura do Campus Bom Jesus, em especial os laboratórios animais.