CAMPUS ITAPERUNA

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Itaperuna > Notícias > Ex-aluno do IFF Itaperuna é contratado em disputado Programa de Trainee para ser piloto de ROV

Notícias

Ex-aluno do IFF Itaperuna é contratado em disputado Programa de Trainee para ser piloto de ROV

Offshore

Técnico em Mecânica participou de seleção da empresa Subsea 7, com 2.800 candidatos para nove vagas, e atuará na operação de equipamento que é uma espécie de "robô mergulhador" para águas profundas.
por Comunicação Social do Campus Itaperuna publicado 28/06/2021 19h03, última modificação 28/06/2021 19h21
Adilson, na formatura, ao lado do coordenador do curso, o professor Juvenil Junior

Adilson, na formatura, ao lado do coordenador do curso, o professor Juvenil Junior

Trabalhar no segmento offshore é o objetivo de muitos estudantes que ingressam nos cursos técnicos do Instituto Federal Fluminense (IFF) Campus Itaperuna. E para o ex-aluno do Curso Concomitante em Mecânica Adilson Pinto da Silva, de 29 anos, o sonho agora é realidade. Ele foi aprovado no disputado Programa de Trainee da Subsea 7, uma multinacional de origem norueguesa e com sede no Reino Unido, que atua em projetos de engenharia submarina e operação de embarcações de exploração de petróleo.

Adilson será treinado para trabalhar como piloto de ROV, um equipamento operado de forma remota e que funciona como uma espécie de "robô mergulhador" em águas profundas, fazendo inspeções, intervenções de manutenção, acionamentos e operações subaquáticas. A contratação foi neste mês e, atualmente, o técnico em Mecânica está participando de treinamentos de integração e capacitação, pela internet e também presencialmente, em Macaé.

"Está sendo uma realização profissional muito grande para mim. Ainda não havia tido a oportunidade de trabalhar no meio offshore, então é tudo novo e tenho muita coisa para aprender. Mas minhas expectativas são as melhores possíveis. Me identifico muito com os valores e diretrizes da empresa, que é uma multinacional muito bem conceituada no mercado", conta o profissional, que concluiu o Curso Técnico em Mecânica no IFF Itaperuna há cerca de três anos.

Mas conquistar o tão sonhado emprego não foi tarefa fácil. Adilson participou de um processo seletivo com nove etapas e que contou com nada menos do que 2.800 candidatos para nove vagas.

"Eu sou natural de Caçapara do Sul, no Rio Grande do Sul, e vim para o Estado do Rio há seis anos, já visando oportunidades nesse meio offshore. Eu trabalhava como soldador numa serralheria e, um pouco depois de me formar como técnico em Mecânica pelo IFF, fiz uma série de cursos na área de soldagem, como MIG/MAG e eletrodo revestido, além de hidráulica industrial, para me especializar em instalação e manutenção de bombas. Meu objetivo era me capacitar cada vez mais, enquanto tentava uma primeira oportunidade para alcançar meus objetivos profissionais", explica.

Atuação na área de Manutenção

No último ano, Adilson havia conseguido um emprego como auxiliar de manutenção em uma empresa de embalagens plásticas em Itaperuna:

"Lá, pude vivenciar varias experiências, podendo colocar em prática tudo o que aprendi no curso técnico, não apenas a parte específica de mecânica, mas também de gerenciamento de tempo e gestão de equipes, por exemplo. Foi um importante aprendizado".

Ex-professor de Adilson, o diretor-geral do Campus Itaperuna, Filipe Ribeiro de Castro, é só elogios ao contar sobre a passagem do rapaz pelo Instituto.

"Ele sempre foi um aluno muito envolvido nas atividades do curso, perseverante e com muitos sonhos. Concluiu seu Curso Técnico em Mecânica se dividindo entre os estudos, trabalho e deslocamento de outra cidade para o campus. Mesmo após o fim do curso, continuou se aperfeiçoando e estudando. Essa seleção é fruto de muito esforço e empenho", ressalta Filipe.

Persistência é essencial

Para Adilson, a persistência e o foco são essenciais para quem também sonha em ingressar nesse mercado. Segundo ele, os desafios são inúmeros, mas conquistar os objetivos é ainda mais gratificante.

"O que digo para quem ainda está fazendo o Curso Técnico em Mecânica no IFF Itaperuna ou planejando começar é: aproveitem o máximo possível de conteúdo e experiência passados pelos professores durante as aulas, inclusive aquelas histórias de chão de fábrica. São conhecimentos que têm muito valor e significado quando nos vemos, lá na frente, no dia a dia de trabalho. É um curso difícil, sim. Principalmente para quem tem emprego e família é um desafio conciliar tudo isso com um curso noturno. Mas vale a pena cada esforço. Eu mesmo deixei muita coisa para trás, mas não pode desanimar. Quando estamos no mercado de trabalho percebemos mais claramente a diferença do nível de ensino que um Instituto Federal proporciona. E isso faz muita diferença. Então, sigam motivados e lembrem que tudo tem seu tempo certo para acontecer".

O diretor Filipe Ribeiro de Castro destaca ainda as oportunidades oferecidas pelo Instituto em diferentes segmentos e o quanto é gratificante perceber o retorno desse trabalho no sucesso alcançado pelos profissionais formados a cada ano:

"Muito nos orgulha e nos enche de alegria cada conquista dos nossos alunos. O Campus Itaperuna oferece diversos cursos técnicos e superiores de qualidade e gratuitos, que capacitam seus alunos para a vida e para o mundo do trabalho. Esperamos que essa conquista dele inspire nossos alunos e que muitas novas vidas possam ser transformadas pelo poder da educação".

 

O IFF Itaperuna segue com suas atividades presenciais suspensas. É possível entrar em contato com os setores administrativos, das 8h às 17h, pelo telefone (22) 3826-2300 e pelo e-mail atendimento.itaperuna@iff.edu.br.