CAMPUS CAMPOS CENTRO

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Campos Centro > Notícias > VII IFFoco Surdo amplia conhecimentos de ouvintes e busca de integração

Notícias

VII IFFoco Surdo amplia conhecimentos de ouvintes e busca de integração

Inclusão

Esta edição contou com palestras e apresentações artísticas, proporcionando mais interação entre os surdos e os ouvintes.
por Gabriela Lopes/Comunicação Social do Campus Campos Centro publicado 28/09/2022 16h05, última modificação 29/09/2022 13h01
Colaboradores: Gabriela é bolsista de Desenvolvimento Acadêmico e Apoio Tecnológico / projeto Vivência do texto jornalístico na Ascom,
Exibir carrossel de imagens O acadêmico de Medicina Matheus Oliveira aborda o tema O protagonismo do aluno surdo (Foto: Divulgação).

O acadêmico de Medicina Matheus Oliveira aborda o tema O protagonismo do aluno surdo (Foto: Divulgação).

   O IFFoco Surdo foi realizado no dia 26 de setembro, no Auditório Cristina Bastos, do IFF Campus Campos Centro, com encontros temáticos acerca das diversas áreas de atuação em que os surdos se fazem protagonistas, com relatos de estudantes do ensino médio técnico e do ensino superior. 

   De acordo com o intérprete de Libras do IFF Campus Campos Centro, Estêvam Farias, idealizador do evento, “A melhor resposta foi a dos surdos, foi o dia deles e, ver que eles estavam muito felizes por se sentirem incluídos em uma festa preparada para eles e tendo a maioria ouvinte aprendendo um pouco mais da comunidade e identidade surda, foi muito gratificante. Ficamos envolvidos com o evento por mais de um mês e tudo saiu melhor do que esperávamos, pois foram mais de 329 inscritos, com casa lotada e gente em pé”

   O IFFoco é realizado em parceria com o Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Específicas (NAPNE) e concebido de forma a envolver temas importantes para os surdos. “O sétimo IFFoco Surdo mostrou várias vertentes de atuação do surdo em sociedade, tivemos surdo: acadêmico em medicina; presidente da Associação de Surdos em Campos dos Goytacazes; atleta paralímpico medalhista internacional; e artistas que declamaram poesias, dançaram e fizeram esquete cômico. Tivemos muita interação da platéia também”, detalha Estêvam.