CAMPUS MACAÉ

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Macaé > Notícias > Campus Macaé promove Seminário de Educação Bilíngue

Notícias

Campus Macaé promove Seminário de Educação Bilíngue

Língua Brasileira de Sinais

Evento acontece dia 04 de agosto com transmissão pelo Youtube.
por Valdênia Lins - Campus Macaé publicado 22/07/2021 13h03, última modificação 22/07/2021 13h03

 Estão abertas as inscrições para o II Seminário de Educação Bilíngue (Semebi) promovido pelo Instituto Federal Fluminense Campus Macaé. O evento tem como tema “Refletindo sobre aspectos da educação bilíngue de surdos” com foco nos alunos surdos atendidos pela instituição, envolvendo toda comunidade escolar e os principais atores deste processo.

 A transmissão será feita no Canal do Youtube do Campus Macaé, a partir das 14h do dia 04 de agosto.  No site do evento (eventos.iff.edu.br/semebi2021)  é possível conferir a programação e os links para cada atividade, bem como efetuar a inscrição para emissão de certificado.

 A fim de melhor atender à comunidade surda, os participantes poderão enviar perguntas sinalizadas para um número de Whatsapp a ser divulgado durante a transmissão.

 O Semebi trará ainda a discussão do recém-aprovado projeto de lei que inclui a educação bilíngue de surdos na Lei de de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB - Lei 9.394, de 1996), essa nova conquista define a Língua Brasileira de Sinais como primeira língua e o português escrito como segunda língua, desvinculando esse tipo de ensino da educação especial, como acontecia até agora.

 De acordo com o coordenador do Núcleo de Apoio a Pessoas com Necessidades Educacionais Especiais (Napnee) do Campus Macaé, Felipe Giraud, o novo projeto de lei vai permitir vislumbrar de forma mais clara por parte de toda comunidade escolar, principalmente pelos docentes, reflexões e práticas sobre os  mecanismos metodológicos apropriados para o atendimento do alunado surdo usuário da Língua de Sinais quanto as suas demanda de primeira língua. Além de ampliar de forma mais universalizada a oferta de uma educação inclusiva em que permitirá a escolha por  matrículas de alunos interessados no uso da Libras como primeira língua, seja este aluno surdo ou ouvinte. “É com enorme orgulho que o IFFluminense Campus Macaé, através do Napnee realiza a segunda edição do Semebi que nos permitirá discutir sobre todos os demais aspectos que permeiam ou permearam o atendimento dos alunos surdos, principalmente para este período de pandemia à luz dos pareceres legais que fomentam o direito, uso e respeito ao uso e difusão da Língua Brasileira de Sinais na formação acadêmica dos surdos” declarou ele.