CAMPUS CAMPOS GUARUS

Você está aqui: Página Inicial > Nossos campi > Campos Guarus > Notícias > Professores integram Comissão de Estudos sobre Baixa Tensão

Notícias

Professores integram Comissão de Estudos sobre Baixa Tensão

Geral

Os Professores do campus Guarus Jonathan Velasco e Alcemir Gama, da área de eletroeletrônica, representam o Instituto Federal Fluminense na Comissão de Estudos de Instalações Elétricas de Baixa Tensão.
por Ascom Campos Guarus publicado 13/12/2015 09h38, última modificação 14/12/2015 16h46
Os professores Jonathan e Alcemir em um dos encontros de revisão das normas

Os professores Jonathan e Alcemir em um dos encontros de revisão das normas

 A Comissão,  vinculada ao Comitê Brasileiro de Eletricidade (COBEI)  da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), é responsável pela revisão da Norma Brasileira de Instalações Elétricas de Baixa Tensão (NBR5410). A revisão está sendo realizada com base na norma internacional IEC 60364.

 Segundo os professores, a participação nesta comissão é muito importante pois é possível levar o olhar acadêmico nos trabalhos, além de ser um local de grande troca de conhecimento e experiência, colocando IFF numa discussão de grande relevância nacional. A Norma regulamenta como devem ser feitas as instalações elétricas no País, de modo que contribua com o combate ao desperdício de energia e sejam feitas de forma a oferecer maior segurança às pessoas.

  Na sua última revisão em 2004, a norma trouxe a obrigatoriedade do uso do Disjuntor Diferencial Residual (DR), que protege as pessoas contra choques elétricos. A obrigatoriedade do DR foi condiderado um grande avanço, já que muitas pessoas morrem ou sofrem sequelas físicas em acidentes com eletricidade.

 "Para se ter uma ideia, somente no ano de 2013, segundo a ABRACOPEL (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade), 592 pessoas morreram devido a acidentes com energia elétrica, enquanto que no mesmo ano, segundo o Ministério da Saúde, 573 pessoas morreram em consequência de Dengue", explicou o professor Jonathan Velasco.

 

registrado em: , ,
Assunto(s): Professor